CAPA

Até os ufólogos estão surpresos com o Governo

Revista UFO | Edição 160 | 01 de Dezembro de 2009

SHARE

MUNDO UFOLÓGICO

Fatos da Ufologia Brasileira e Mundial

por Paulo R. Poian

SONDAS CONFIRMAM A EXISTÊNCIA DE ÁGUA NA LUA E ATÉ MESMO EM MARTE

Através de três espaçonaves – a indiana Chandrayaan-1 e as norte-americanas Casini e Deep Impact –, foi detectada água por toda superfície lunar, surpreendendo os cientistas que, a princípio, duvidaram da medição, até que ela fosse confirmada de forma independente e repetidas vezes. A revelação foi publicada em artigos científicos no site da revista Science. “Não é grande volume”, informa Jessica Sunshine, da Universidade de Maryland e co-autora da descoberta, mas se processada em quantidades maciças, a água lunar poderia abastecer astronautas e foguetes de futuras missões. “Ela está meio que grudada na superfície”, disse Jessica. “Nós sempre pensamos na Lua como um lugar morto, mas há esse processo dinâmico acontecendo lá”, afirmou.

A água pode se formar com o bombardeio de vento solar, essencialmente um fluxo de núcleos de hidrogênio, sobre minerais da Lua que aprisionam oxigênio. A chance de que três instrumentos tenham falhado do mesmo jeito em três naves diferentes é remota. “Não há dúvida de que a água está lá. É inequívoco”, disse Charles Pieters, co-autor da descoberta. Já em Marte os pesquisadores da NASA observaram pela primeira vez a existência de uma camada de gelo com grande pureza abaixo da superfície, à meia distância entre o pólo norte e o equador do planeta. “Sabíamos que havia gelo abaixo do solo em latitudes elevadas de Marte, mas descobrimos que acontecia o mesmo bem mais perto do equador”, explica Shane Byrne, da Universidade do Arizona, um dos membros da equipe de pesquisa. O achado foi concretizado graças às imagens de alta definição feitas pela sonda Mars Reconnaissance Orbiter. “Outra descoberta surpreendente é a grande pureza do gelo que está no fundo das crateras”, acrescentou, explicando que as mesmas foram recentemente causadas por impactos de meteoritos.

ETs DA CIÊNCIA MODERNA

Em entrevista concedida à Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), o professor Augusto Damineli Neto, do Instituto Astronômico e Geofísico (IAG) da Universidade de São Paulo (USP), teceu comentários interessantes sobre as possibilidades de vida extraterrestre, em comparação com a biologia aqui na Terra. “Há muito mais espécies e indivíduos microscópicos do que macroscópicos”, lembrou Damineli. “O paradoxo é que os ETs da ciência moderna são invisíveis e isso os torna mais fáceis de encontrar”, complementou o pesquisador, que abordou os sinais procurados pela astronomia em outros planetas. De acordo com ele, quatro elementos químicos (carbono, hidrogênio, oxigênio e nitrogênio) estão entre os cinco mais abundantes do universo e constituem mais de 99% da matéria viva.

Para formar as moléculas essenciais da vida é só adicionar um pouco de energia, que é abundante nas zonas de habitabilidade, ou água líquida, que existe em torno das centenas de bilhões de estrelas. “As condições necessárias para a vida são amplamente disseminadas no universo. Isso leva à conclusão de que ele é biófilo”, complementou, afirmando ainda que muitos eventos catastróficos castigaram o planeta, como quedas de meteoros, vulcanismo e glaciações, e que mesmo assim a vida nunca foi totalmente interrompida. “Pelo contrário, após cada catástrofe, ela apresentava uma diversificação maior. Esse cenário mais amplo indica que não é essa coisinha frágil que muitos pensam. É uma praga agressiva e resistente”.

HACKER BRITÂNICO AINDA EM MAUS LENÇÓIS

O governo norte-americano quer que o britânico Gary McKinnon – acusado de invadir os computadores do Exército, da Aeronáutica, do Pentágono e da NASA em busca de arquivos ufológicos secretos – pague os custos de recuperação dos sistemas que invadiu. Pelas contas da Casa Branca, o valor é de 700 mil dólares. McKinnon é acusado de ter acessado ilegalmente e danificado 53 equipamentos entre fevereiro de 2001 e março de 2002. O hacker, que sofre da Síndrome de Asperger, um tipo de autismo, diz que procurava dados que provassem a existência dos UFOs, que estariam sendo escondidos pelo governo norte-americano. Por enquanto, com 43 anos de idade, encontra-se preso na Inglaterra e aguarda o julgamento do pedido de extradição feito pelos Estados Unidos. O caso tem causado comoção na Grã-Bretanha e há, inclusive, um site que pede a libertação de McKinnon, no endereço http://freegary.org.uk.

ASTROBIOLOGIA NO INTERIOR DE SÃO PAULO

O primeiro laboratório de astrobiologia do Brasil será inaugurado no início de 2010, vinculado à USP. As instalações ficarão no Observatório Abrahão de Moraes, em Valinhos (SP). Mas a maior novidade será a instalação, no laboratório, da primeira câmara de simulação de ambientes espaciais do Hemisfério Sul, que já está sendo construída no local sob coordenação de Douglas Galante, pesquisador da USP que conta com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). O equipamento reproduz condições e ambientes extraterrestres e deverá entrar em funcionamento no segundo semestre de 2010. “Com a câmara, conseguiremos simular parâmetros de ambientes fora da Terra, como as condições do espaço ou de outros planetas”, disse Galante. “Se precisamos entender como um organismo vivo sobreviveria em Marte, por exemplo, é possível recriar as características marcianas, controlando variáveis como temperatura, composição gasosa, pressão atmosférica e radiação ultravioleta, de modo que as amostras inseridas dentro da câmara são acompanhadas por detectores”.

Espera-se que o laboratório seja usado pela comunidade científica nacional e internacional, contribuindo para o avanço da astrobiologia, ciência que envolve conceitos de astronomia, biologia molecular, química, meteorologia, geofísica e geologia – como a possibilidade de existir vida fora da Terra, a origem da vida no planeta e o futuro da vida, aqui e em outros corpos celestes. “A única certeza que temos hoje é de que existe vida na Terra, ainda que não saibamos de que forma ela surgiu. Sabemos também que talvez tenha existido vida em Marte no passado, quando lá havia água mais abundante”, disse Galante. Várias sondas trabalham naquele planeta para tentar identificar esses indícios de vida. Isso mostra que estamos apenas engatinhando no entendimento de como ela surge, evolui e algum dia pode se extinguir, na Terra e fora dela.

crédito: USP
Equipamento do primeiro Laboratório de Astronomia do Hemisfério Sul são testados em Valinhos
Equipamento do primeiro Laboratório de Astronomia do Hemisfério Sul são testados em Valinhos

MAIS DE 50 UFOs NOS CÉUS DO LÍBANO

Durante um programa de televisão da rede libanesa LBCI, no final de setembro, testemunhas relataram a presença de objetos voadores não identificados nos céus do país. Por dois dias, UFOs fizeram com que os carros parassem na Rodovia Antelias, onde foram vistos mais de 50 artefatos luminosos, com aproximadamente dois metros de diâmetro cada. Eles desciam e desapareciam antes de atingirem o solo, reaparecendo em seguida. Uma testemunha que fazia parte da equipe do programa descreveu-os direcionando seus refletores de luzes alaranjadas sobre a estrada. Um fotógrafo presente no local, Gerard Aaraj, tentou tirar fotos, mostrando o tamanho e a forma dos UFOs. Nenhuma confirmação ou explicação científica está disponível ainda.

UM UFO SURGE ENTRE MÍSSEIS IRANIANOS

Jornalistas de um canal norte-americano explicavam as possíveis conseqüências de um teste de mísseis no Irã, no início de outubro, quando uma estranha imagem apareceu nas telas. O noticiário foi apresentado pela Fox News e mostra um míssil sendo lançado como parte das experiências que o polêmico presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, apóia e alenta. No entanto, algo inédito ocorreu segundos depois, quando uma imensa nuvem pareceu se partir em duas, ou espelhar uma sombra gigante. O misterioso fato foi qualificado como “algo fenomenal” por Nick Pope, consultor da Revista UFO em Londres e respeitado analista, que foi encarregado do UFO Desk do Ministério da Defesa britânico (MoD) entre 1985 e 2006. Ele sugeriu que o que destroçou a nuvem foi algo realmente insólito, mas ainda não há teorias que expliquem o fenômeno. O vídeo pode ser encontrado e acessado na página da emissora, como também no Youtube.

TENDÊNCIAS

PROJETO DE LEI PEDE OFICIALIZAÇÃO DO DIA NACIONAL DA UFOLOGIA

Uma proposição de autoria do deputado Guilherme Campos (DEM-SP) circula discretamente no Congresso Nacional desde abril. Trata-se do Projeto de Lei 5141/09, que vem superando todos os obstáculos e está prestes a ter sua aprovação final. Em 16 de setembro, passou por unanimidade pela Comissão de Educação e Cultura, tendo como relator o deputado Átila Lira (PSB-PI). O PL institui o Dia Nacional da Ufologia, a ser comemorado anualmente no dia 24 de junho. A Comissão Brasileira de Ufólogos (CBU) já teve audiência com Campos em outubro, quando entregou relatório completo do andamento da campanha UFOs: Liberdade de Informação Já e oficialmente expôs apoio, agradecimento e congratulações à iniciativa – importantíssima e imprescindível à Ufologia séria.

A CBU comunicou ao Congresso Nacional e à Nação que a Ufologia Brasileira fará jus ao seu dia, através do trabalho idôneo e íntegro de pesquisas cada vez mais avançadas, que serão divulgadas através da única publicação nacional sobre o tema e a mais antiga do planeta, a Revista UFO. Seu Conselho Editorial, consultores nacionais e internacionais, como também colaboradores espalhados por todas as regiões do país, torcem para a aprovação do PL. Reciprocamente, a UFO obteve fortes elogios e incentivo por parte dos parlamentares. Entre crises mundiais e políticas, a Ufologia vai seguindo sua caminhada ininterrupta em busca de um lugar ao Sol, finalmente.


Grande Ofertas Exclusivas da Revista UFO