CAPA

Nova capa, novas seções e muito mais informação

Revista UFO | Edição 60 | 01 de Outubro de 1998

SHARE

MUNDO UFOLÓGICO

Fatos da Ufologia Brasileira e Mundial

UFO em forma de bumerangue na França

Em 25 de julho, por volta das 23h00, um UFO foi observado fazendo vôos rasantes em Montpezat, região de Provénce, na costa mediterrânea da França. Os fotógrafos escoceses Stuart Conway e Wayne Wilson, que estavam de férias no local, declararam ter visto um objeto triangular passando em silêncio pelo céu. "Parecia estar bem baixo e tinha várias luzes amareladas, mas depois de alguns segundos desapareceu", disse Stuart. Com uso de softwares apropriados, estudiosos analisaram as fotografias obtidas e observaram seis luzes amarelas na parte de baixo do objeto, que tinha a estranha forma de bumerangue - muito semelhante à imagem vista em Lubbock, Texas, em 1952. Igualmente, haviam três luzes em cada asa do UFO.

Disco voador segue avião na Inglaterra

Em 30 de junho, David A. Dunworth, sua mulher e um amigo estavam perto de Mounts Bay, em Penzance, Inglaterra, quando viram um estranho objeto no céu, às 09h10. As condições meteorológicas eram excelentes, possibilitando ver que o UFO estava em rota semelhante à de um avião que passava. "Era um pequeno objeto branco circular que seguia o avião a curta distância", disse David, acrescentando ainda que o objeto executava movimentos e parecia estar rodeando o avião.

O UFO era brilhante, esférico e circulava o avião lentamente, algumas vezes até bem próximo à sua fuselagem. No entanto, a aeronave - um jato comercial de passageiros - continuou sua trajetória normalmente, provavelmente até sem saber o que estava acontecendo. "Enquanto olhávamos o objeto, este foi perdendo sua cor até desaparecer por completo, se é que não se desintegrou", disse David. Penzance fica a 288 km de Londres.

Faleceu o coronel Philip Corso

Em 16 de julho passado faleceu o coronel aposentado Philip J. Corso, autor (junto a William Birnes) do bestseller The Day After Roswell. Corso já vinha mal de saúde e, aos 83 anos, não resistiu a um ataque cardíaco fulminante, enquanto veraneava com sua família em Palm Beach,na Flórida. O coronel, que já tinha sofrido um ataque anterior em junho passado, faleceu a caminho do hospital municipal. Em abril passado, Corso foi entrevistado pelo editor de UFO A. J. Gevaerd a respeito da polêmica gerada por seu livro. O ex-militar garantia ter tido contato com informações secretas sobre o Caso Roswell e que foi incumbido, por seus superiores, de analisar fragmentos recolhidos do UFO no local da queda. "Corso foi bastante simpático na entrevista que concedeu à UFO e aceitou convite para vir ao Brasil palestrar sobre sua experiências", disse Gevaerd.

Cientistas investigam alienígenas

Um grupo internacional de físicos e astrônomos se reuniu na semana passada em San Francisco para discutir cientificamente a veracidade ou não das visitas extraterrestres. Na reunião-inédita no gênero a tratar de Ufologia - os cientistas concluíram que, "embora ainda não exista uma prova sequer de que haja vida inteligente fora da Terra, muito menos uma evidência incontestável de que seres de outros planetas nos visitam, alguns registros merecem ser mais bem estudados", segundo o relatório apresentado. Pode não parecer muito animador, mas é um primeiro passo no sentido de se estabelecer uma mente científica aberta à questão dos UFOs.

O estudo será patrocinado pelo multimilionário Lawrence Rockefeller, um filantropo da mais tradicional família de banqueiros americanos. O diretor do projeto, o veterano físico Peter Sturrock, da Universidade Stanford, disse que os estudos realizados até hoje sobre visitas extraterrestres deixaram o assunto em estado de ignorância e confusão. "Se há interesse em buscar respostas sérias para esse mistério, os cientistas têm que se concentrar nas evidências físicas e não tanto nos testemunhos", disse. A primeira reunião do grupo produziu um texto de 50 páginas, que deverá ser publicado no próximo número do renomado (e conservador) Journal of Scientific Exploration.

UFO em hidroelétrica no Chile

Um grande UFO escuro em forma de disco foi registrado sobre uma represa hidroelétrica no Lago Colbun, no sudoeste do Chile, em 16 de maio passado. O UFO foi visto por mais de 30 pessoas, que o descreveram como sendo enorme e com uma grande luz laranja no centro da sua parte inferior, além de pequenas luzes que o rodeavam na margem externa. A hidroelétrica é a maior represa do país e fica localizada a 190 km de San Tiago. O UFO sobrevoou a área a uma altitude de 1.000 m por 20 minutos, antes de passar pelo lago e pela Cordilheira dos Andes - palco de constantes acontecimentos.

Uma testemunha disse "que o objeto era tão grande que parecia cobrir o vale inteiro". O ufólogo Luiz Sanchez Perry disse que muitos objetos similares têm sido vistos recentemente na região. "Os nativos chamam os UFOs de ladrões, pois dizem que roubam energia elétrica", declarou Perry, que garante que os objetos não identificados são responsáveis por até três blecautes por semana. Isso ocorre, segundo se apurou, porque os UFOs são vistos saindo do lago perto dos cabos de alta tensão, absorvendo energia e pegando água. Alguns deles voam muito rápido em direção à hidroelétrica, vindo a apenas alguns metros de altura da represa e desaparecendo depois.

UFO agita Tasmânia

Um disco voador foi visto ao sul da Tasmânia durante os últimos dias de maio de 1998. Em 17 daquele mês, várias testemunhas observaram uma luz muito brilhante no céu, rumando para leste na região de Lauderdale. Tinha as cores vermelha, branca e azul e foi vista a uns 20 graus no horizonte, cerca das 20h30. Na noite de 21 de maio, duas pessoas em diferentes localidades em Kingston viram um grande UFO brilhante se movendo em direção noroeste. Já em 28 de maio, às 20h07, várias pessoas informaram a presença de uma luz brilhante bem baixa, perto de Mont Lloyd e Sandford. "Parecia que se movia para frente e para trás, mas depois muitas luzes foram vistas se movendo ao redor dela", declarou uma testemunha. Nesta mesma noite, outras testemunhas em Collinsvale viram luzes piscando em intervalos de 3 a 4 segundos que vinham de um UFO em formato triangular, com áreas quadradas de luz em sua superfície. O objeto pairava em frente a Big Rock Hill, a nordeste da cidade, e seu tamanho parecia ser de 100 m de diâmetro. A ilha é cercada por acontecimentos do gênero e os casos estão sendo investigados pelos ufólogos Keith Roberts e Paul Jackson, do Tasmanian UFO Investigation Centre (TUFOIC).

crédito: UFO PHOTO ARCHIVES
 UFO triangular, cada vez mais comum
UFO triangular, cada vez mais comum

Contato em Pittsburg

Em 7 de julho, às 20h42, um casal residente num subúrbio de Pittsburg, Pennsylvania, observou um objeto escuro pairando sobre as nuvens do local, parecendo estar imóvel durante o pôr do sol. O UFO chamou também a atenção de outras pessoas, que puderam observar o fenômeno. Olhando para o objeto com um binóculo da Marinha, um homem viu que o mesmo estava bem alto e parecia ter a fuselagem de um grande avião, "só que sem asas e sem turbinas à mostra", declarou.

Enquanto estava visível, o objeto aumentou um pouco sua altitude. Em certos momentos podia-se ver que o objeto tinha fuselagem parecida com a de um helicóptero mas, de novo, não apresentava motor ou qualquer luz visível. No alto do UFO, entretanto, haviam duas projeções descritas pelas testemunhas como grandes balões. Após vários minutos de observação, o objeto começou a se mover, virando de um lado para o outro e mostrando mais detalhes de suas partes inferior e superior. Depois de alguns minutos, o objeto pareceu aumentar a velocidade, ainda se movendo para o norte, até desaparecer por trás das árvores.

Mutilação de gado no Arizona

Voltam a apavorar a população as famosas mutilações de gado por ETs - desta vez no Estado norte-americano do Arizona. No dia 6 de julho, Terry Colvin relatou à polícia que \'alguma coisa\' esteve mutilando e matando gado, cavalos e outros animais nos municípios de Cochise, Pima e Santa Cruz. A área compreende pequenas cidades, fazendas, vinhedos e o quartel Fort Huachuca e tem sido alvo destas agressões já há algum tempo. Robert Marsett, um vaqueiro do Rancho Sands, afirmou que encontrou animais de sua propriedade que foram assassinados e mutilados recentemente.

O esqueleto de um desses animais apareceu onde somente existe gado vivo, da noite para o dia, embora o animal morto estivesse cheirando como se já tivesse se decompondo há vários dias. Marsett disse que nem os coiotes ou abutres se aproximavam da carcaça - os primeiros sequer cheiravam a vítima, como de costume. Segundo constataram autoridades veterinárias, o animal teve um pouco de seu sangue drenado, alguns de seus órgãos retirados e parece que pedaços em amostra foram extraídos das áreas genitais e do reto. "Os fazendeiros da região estão muito assustados e não sabem a quem recorrer", declarou Peter Gersten, da entidade Citizens Against UFO Secrecy (CA US).

Fenômeno de luz na Irlanda

Um fenômeno luminoso que se assemelhava a uma grande letra Z, foi visto na costa irlandesa após as 22h30 de 10 de julho passado. De acordo com a BBC, "um grande meteoro foi o responsável por centenas de avistamentos ao longo da costa oeste da Grã Bretanha naquele dia". Durante toda aquela noite, a polícia e a guarda costeira ficaram envolvidas com telefonemas de pessoas que afirmaram ter visto a estranha luz. A unidade da guarda costeira em Belfast admitiu que registrou a luz no céu.

Oficiais disseram que o fenômeno era muito saliente e estava ao norte do posto da guarda costeira irlandesa. "Aquilo tinha um tamanho maior que o da lua, mas como não sabíamos exatamente sua distância, foi impossível ter certeza do tamanho real". Outra notícia importante foi recebida pelo centro de controle de tráfego aéreo de Middlesborough e dizia que era possível ver um objeto em forma de Q a oeste da sua posição. O Departamento de Transportes da Inglaterra disse que os avistamentos foram centralizados em Cornwall e Belfast, e que nenhum caça da Royal Air Force (RAF) esteve em atividade no local.

Entretanto, um piloto da British Airways que estava trabalhando naquela noite informou que viu um grande objeto semelhante a um meteoro entrando na atmosfera enquanto voava da Inglaterra para a França. Ele afirmou que viu o bólido se partindo em dois fragmentos e deixando uma longa cauda no céu, que com o vento formou figuras no formato de letras. A explicação, no entanto, não convenceu estudiosos, por vez que o rastro de um meteoro tem em média de 10 a 20 segundos de duração.


Grande Ofertas Exclusivas da Revista UFO