CAPA

Um dia a história terá que ser rescrita

Revista UFO | Edição 241 | 01 de Dezembro de 2016

SHARE

PONTO DE ENCONTRO

Onde os Leitores da UFO se Manifestam

Geraldo Lemos Neto

Excepcional e histórica a entrevista com Geraldo Lemos Neto na seção Diálogo Aberto de UFO 240, “Ah, os Extraterrestres que Conheci são Magníficos”, Disse-me Chico Xavier. Não sou espírita, mas admiro profundamente a disciplina e a pessoa de Chico Xavier. E agora, saber mais sobre sua vida e sobre seu relacionamento com seres extraterrestres por meio de um amigo tão próximo, me deixou muito feliz.
Maria Célia Barroso,
por e-mail

Quero parabenizar o senhor Geraldo Lemos Neto pela excelente entrevista em UFO 240, “Ah, os Extraterrestres que Conheci são Magníficos”, Disse-me Chico Xavier. E também ao ufólogo e autor Pedro de Campos por tê-la feito. Chamou-me atenção que Lemos Neto afirma que, segundo Chico Xavier, a humanidade ainda não mereceu o contato com seres extraterrestres devido ao período extremamente belicoso de nossas organizações sociais, políticas e militares. É curioso que é exatamente isso o que afirmam os pesquisadores que documentam a ação de ETs sobre bases de lançamento de mísseis atômicos.
Emanuel Cerqueira,
Salvador (BA)

crédito: ARQUIVO UFO
Lemos Neto agradou muito os leitores por sua entrevista em UFO 240 sobre a relação de Chico Xavier com ETs
Lemos Neto agradou muito os leitores por sua entrevista em UFO 240 sobre a relação de Chico Xavier com ETs

UFO deu um grande presente aos seus leitores publicando a entrevista “Ah, os Extraterrestres que Conheci são Magníficos”, Disse-me Chico Xavier, na seção Diálogo Aberto de UFO 240. Geraldo Lemos Neto tem um diálogo muito franco e se pode ver pela leitura da entrevista que ele se orgulha por ter sido amigo de Chico Xavier. Li duas vezes o ótimo texto.
Juarez Gomide Albuquerque,
São Paulo (SP)

Muito boa a entrevista “Ah, os Extraterrestres que Conheci são Magníficos”, Disse-me Chico Xavier, na seção Diálogo Aberto de UFO 240. É com textos assim que se constrói a Ufologia.
Munir Ahmad Rattar,
por e-mail

Agroglifos

Eu sabia que os agroglifos iriam surgir mais uma vez. Já está ficando óbvio que eles adotaram o Brasil para sempre. Felizmente, temos a Revista UFO para nos mostrar estas evidências e investigá-las como se deve fazer. Adorei o artigo O Impressionante Agroglifo de Prudentópolis, do editor A. J. Gevaerd, em UFO 240. Por favor, nunca parem este trabalho.
João Carlos Mendes,

Joaçaba (SC)

Para não variar, chega esta mesma época do ano, de todos os últimos anos, e lá estão os agroglifos nos campos da Região Sul. Em 27 de setembro foi a vez de Prudentópolis, pela segunda vez em sua história, receber uma bela figura. E igualmente para não variar, a Equipe UFO vai ao local, examina tudo, colhe amostras, estuda o fenômeno e nos brinda com uma ótima matéria, que é o texto O Impressionante Agroglifo de Prudentópolis, do editor A. J. Gevaerd, em UFO 240. Parabéns pela dedicação e empenho.
Julio César Alvarez,
por e-mail

crédito: FOTOS ARQUIVO UFO

O que achei mais sensacional na investigação de campo deste ano do agroglifo de Prudentópolis, retratado tão bem na matéria O Impressionante Agroglifo de Prudentópolis, de A. J. Gevaerd, é que desta vez foram colhidas amostras de terra e de plantas, e que, submetidas a análises, mostraram que o interior da figura estava como que esterilizado. Até onde sei, isso é inédito na história do fenômeno, surgido nos anos 70, na Inglaterra.
Maria C. Nascimento,
Blumenau (SC)

A Revista UFO mais uma vez demonstra seu profissionalismo e dedicação ao esclarecimento do Fenômeno UFO e dos agroglifos e vai aos campos onde eles ocorrem investigá-los, como se pode ver no texto O Impressionante Agroglifo de Prudentópolis, de A. J. Gevaerd. As informações veiculadas na matéria nos mostram que há amadurecimento e seriedade na Comunidade Ufológica Brasileira, ao contrário do que alguns imaginam.
Rubens Paulo Assunção,
Anápolis (GO)

crédito: FOTOS ARQUIVO UFO

Parabéns pela publicação da matéria O Impressionante Agroglifo de Prudentópolis, do ufólogo A. J. Gevaerd, em UFO 240, que mostra como se faz uma verdade investigação de campo. Parabéns também aos pesquisadores citados na matéria, o perito Toni Inajar Kurowski, o físico Alcides Cores, o engenheiro Douglas Albrecht e os professores Fernando Moreira e Nadja Serrano. Com uma equipe como esta à frente da investigação dos agroglifos o trabalho não pode dar errado.
Maurício Schneider,
Santa Maria (RS)

Acompanhei de perto, pela internet, a evolução dos trabalhos a respeito do agroglifo de Prudentópolis, de 27 de setembro. Vi as manifestações da Ufologia Brasileira sobre o assunto e lamentei, mais uma vez, constatar que são poucos os ufólogos do país — e todos eles ligados à Revista UFO — a se dedicarem ao tema. Cheguei a ler, enojada, críticas destrutivas ao esforçado e dedicado trabalho da publicação partindo de gente que nem sequer foi ao local. É lamentável.
Maria Cecília Munair,
Botucatu (SP)

A Revista UFO mantém firme sua postura de ir a campo investigar os agroglifos, para a felicidade da Ufologia Brasileira, que se beneficia dos estudos.
Xavier Nunes,
por e-mail



Grande Ofertas Exclusivas da Revista UFO