Edição 232

As abduções vão além do corpo físico

01 de Março de 2016

PONTO DE ENCONTRO

Onde os Leitores da UFO se Manifestam

Muito boa a matéria de capa da edição UFO 231, Extraterrestres na Amazônia, do editor A. J. Gevaerd. De fato, a região é imensa e misteriosa, e felizmente uma parte significativa dela permanece intocada pelo homem. Não é à toa que a floresta seja palco de avistamentos ufológicos e até de abduções alienígenas, como relata o jornalista e pesquisador.
Thereza Maria Albuquerque,

Manaus (AM)

Don Ledger

Muito interessante a entrevista Ufólogo Canadense Descreve Incrível Episódio com OSNI em Seu País, na seção Diálogo Aberto da edição UFO 231. Tenho lido muitos relatos de objetos que mergulham e saem dos oceanos, como descreve Don Ledger em sua entrevista ao coeditor da Revista UFO Thiago L. Ticchetti. Acho este um tema fascinante e que a publicação deveria explorar mais.
Mário Fogaça Nunes,
por e-mail

Obrigado pela entrevista Ufólogo Canadense Descreve Incrível Episódio com OSNI em Seu País, publicada na seção Diálogo Aberto da edição UFO 231. Considerei o pesquisador Don Ledger muito afirmativo e contundente, mas com o peso de suas investigações do assunto para se manifestar.
Carlos Alberto Costa Campos,
São Paulo (SP)

crédito: DON LEDGER
A entrevista com o ufólogo canadense agradou aos leitores por ser ele um eficiente investigador de campo
A entrevista com o ufólogo canadense agradou aos leitores por ser ele um eficiente investigador de campo

Acabei de ler a entrevista Ufólogo Canadense Descreve Incrível Episódio com OSNI em Seu País, na seção Diálogo Aberto da edição UFO 231, e fiquei com muitas questões a serem respondidas. Moro em um bairro de frente para o mar na cidade de Guarujá, no litoral paulista, e é comum vermos objetos não identificados entrando e saindo do oceano. Mas nunca li nenhum registro destes acontecimentos em nosso país. Acho que esta é uma área da Ufologia que não pode ser ignorada.
Célia A. Souza,
por e-mail

A entrevista Ufólogo Canadense Descreve Incrível Episódio com OSNI em Seu País, de UFO 231, nos apresenta um clássico da Ufologia Mundial, o Caso Shag Harbour, que consiste na queda de uma nave alienígena no litoral leste do Canadá. Aqui no Brasil também temos exemplos de ocorrências assim, como o Caso Ubatuba, quando um UFO explodiu pouco antes de cair no mar daquela cidade paulista, em 1954.
Ademar Coutinho da Rocha,
Florianópolis (SC)

ETs na Amazônia

Muito interessante o artigo Extraterrestres na Amazônia, de A. J. Gevaerd, da edição UFO 231. O editor relata impressionantes ocorrências ufológicas na floresta. É curioso que nossos visitantes extraterrestres tenham tanta atividade naquele local do planeta, mas tem sua lógica — ali eles podem agir sem serem notados, sem serem interrompidos e, com exceção de como fazem alguns pesquisadores, sem serem denunciados. Que melhor lugar haveria para fazerem suas abduções?
Sérgio Antonio Moirais,
por e-mail

O artigo Extraterrestres na Amazônia, de A. J. Gevaerd, da edição UFO 231, mostra aquilo que já sabemos: seres extraterrestres escolheram a Floresta Amazônica para seus experimentos com seres humanos porque ali não serão interrompidos e nem incomodados. Isso é óbvio, como presume o próprio autor do texto. Gostei também que o editor tenha citado outros investigadores que atuam na região, como Danilo du Silvan, Daniel Rebisso Giese e Antonio Jorge Thor, que há décadas tentam conhecer melhor a casuística ufológica do local.
Gabriel A. Santos,
por e-mail

Na Amazônia a observação de extraterrestres é tão grande que foi possível até fazer uma classificação quanto às suas aparências e comportamentos, nos conta o editor A. J. Gevaerd em seu texto Extraterrestres na Amazônia, de UFO 231. O citado pesquisador Antonio Jorge Thor desenvolveu um trabalho e chegou a três categorias: alienígenas do primeiro grupo seriam amáveis e evoluídos, tanto científica como espiritualmente, enquanto os do segundo grupo assumiriam comportamento hostil perante o ser humano, escravizando pessoas por longo tempo e as deixando com inúmeros distúrbios físicos ou psíquicos. Já os do terceiro grupo são descritos como seres intermediários, que estariam na Amazônia pelos mais variados motivos, como pesquisas e até mesmo devido a acidentes inevitáveis.
Joacir Faganello,
Porto Alegre (RS)

Foi interessante a Revista UFO voltar ao tema dos UFOs na Floresta Amazônica, como foi feito na edição passada. Gostei particularmente de ler sobre as muitas lendas e mitos folclóricos que existem na região, boa parte deles alusivos a discos voadores vistos tanto de dia quanto à noite. Um exemplo é a lenda do Navio Fantasma e inúmeras pessoas garantem já ter observado a misteriosa embarcação em formato de disco.
Maria Augusta Pereira,
Itaquaquecetuba (SP)

Hillary Clinton

Todo período eleitoral nos Estados Unidos é a mesma coisa: lá vêm os candidatos usando a questão ufológica, que é muito atraente para as massas, para atrair os eleitores. É isso o que se vê novamente agora com a campanha atual, segundo a nota Hillary Clinton Promete Abrir Segredos Ufológicos se For Eleita, da seção Mundo Ufológico de UFO 231. Em plena campanha para ser a candidata do Partido Democrata à Presidência dos Estados Unidos, nas eleições que ocorrerão em 08 de novembro deste ano, a ex-primeira dama, secretária de Estado e senadora Hillary Clinton afirmou que, caso ganhe a contenda, irá a fundo na questão ufológica. Gostaria muito de ver isso ocorrer.
Tadeu Camargo Vianna,
por e-mail

crédito: CNN
Os leitores não acreditam na intenção ou poder de Hillary Clinton de revelar o que o governo norte-americano esconde sobre discos voadores
Os leitores não acreditam na intenção ou poder de Hillary Clinton de revelar o que o governo norte-americano esconde sobre discos voadores

Hillary Clinton está surfando nas ondas da Ufologia, que está presentemente em alta nos Estados Unidos. Duvido que ela faça o que diz aos seus eleitores, conforme a nota Hillary Clinton Promete Abrir Segredos Ufológicos se For Eleita, da seção Mundo Ufológico de UFO 231. Nem seu marido, Bill Clinton, quando era presidente e teve a chance de fazer a tão esperada abertura ufológica, fez qualquer coisa neste sentido — ficou só na intenção. Mas, pelo sim e pelo não, não custa torcer.
Joana Carolina Silva,
Curitiba (PR)