CAPA

Os enigmáticos agroglifos retornam à Santa Catarina

Revista UFO | Edição 195 | 01 de Dezembro de 2012

SHARE

PONTO DE ENCONTRO

Onde os Leitores da UFO se Manifestam

I Ufoz 2012

Parabéns à Revista UFO pela ousadia de promover o IV Fórum Mundial de Ufologia, o I UFOZ 2012, um evento que mostrará a todo o planeta a pujança dos ufólogos brasileiros. Desejo muita sorte e grandes descobertas durante o evento, que, tenho certeza, será coroado de êxito.
Ricardo Benevides Neto,
por e-mail

Gostaria muito de estar presente no IV Fórum Mundial de Ufologia, o I UFOZ 2012, pois sei da importância que este evento terá na definição do futuro da Ufologia Brasileira. Mas lamentavelmente estarei ausente do país nesta época. No entanto, muitos outros interessados pelo tema, que estarão em condições de assistir às brilhantes palestras, não devem se furtar a tomar parte deste momento tão significativo.
José R. Castro,
Guarulhos (SP)

UFO 194

Muito bonita a capa da edição UFO 194, que ilustra a matéria Mutilações de Animais por ETs, de Liliana Flotta de Grosso. Parabéns a ela e ao artista Rafael Amorim. Mas, como vegetariana vegana, não posso deixar de manifestar que a imagem me causou muita aversão. Espero que nossos irmãos do espaço não estejam usando os animais como alimento.
Judith A. Girão,
Salvador (BA)

Colin Andrews

Finalmente a publicação nos oferece uma entrevista com o maior especialista dos círculos ingleses de todos os tempos. Colin Andrews deixou patente no texto As Respostas Para a Presença Alienígena na Terra Estão nos Agroglifos, da seção Diálogo Aberto de UFO 194, que este monumental fenômeno, que aqui ­conhecemos como agroglifos, merece ser tratado com atenção e interesse científico — não somente ufológico.
Maria A. Braga,
Rio de Janeiro (RJ)

Sensacional a entrevista com o inglês Colin Andrews em UFO 194, As Respostas Para a Presença Alienígena na Terra Estão nos Agroglifos. Concordo plenamente com ele quando diz que estamos vivendo um processo de grande interação entre nosso planeta e outras inteligências cósmicas, e o aprendizado que surgirá dessa interação está relacionado a uma grandiosa transição pela qual a humanidade está passando hoje. Parabenizo Andrews por sua clareza e sensibilidade quanto ao tema, e também ao conselheiro especial da Revista UFO Wallacy Albino pela brilhante entrevista.
José Américo Ramos,
São Carlos (SP)

Li com muita atenção e interesse a entrevista com Colin Andrews, As Respostas Para a Presença Alienígena na Terra Estão nos Agroglifos, da seção Diálogo Aberto de UFO 194, pois considerei esta uma das mais esclarecedoras manifestações sobre os agroglifos que já vi. Enquanto lia o trabalho de Wallacy Albino, me recordava de que Santa Catarina registrou novos casos em outubro, o que apenas confirma, sem sombras de dúvida, que temos que dar total atenção ao fenômeno.
Rita Souza Cantão,
por e-mail

Ataques a animais

Bastante interessante a relação que a ufóloga argentina Liliana Flotta de Grosso, convidada especial da Revista UFO, faz entre os ataques a animais e as visitas de dormitório em seu artigo Mutilações de Animais por ETs, de UFO 194. Já conhecia o trabalho dela e do marido, o também investigador Eduardo Grosso, sobre as visitas de dormitório, que são um tema popular na Argentina, mas a tese de Liliana, de que tais fatos ocorrem associados aos ataques, me soou coisa nova. Parabéns à autora.
Maria Cândida Lopes,
Curitiba (PR)

O texto Mutilações de Animais por ETs, da ufóloga argentina Liliana Flotta de Grosso, em UFO 194, me surpreendeu. Já tinha ideia de que poderia haver uma conexão entre casos de ataques a animais e as visitas de dormitório. De fato, como diz a autora, a constatação disso pode mesmo indicar que a análise dos fenômenos deve ser feita em conjunto, como de muitos outros temas da Ufologia.
João Gilberto Knoll,
Blumenau (SC)

Em seu artigo para a edição UFO 194, a convidada especial da Revista UFO Liliana Flotta de Grosso diz que, nos casos de visitas de dormitório, os protagonistas podem desenvolver estresse pós-traumático quando se lembram do ocorrido, e em todos os episódios as testemunhas se recordam dos acontecimentos. Esse é o meu caso. Há muitos anos recebo visitas de estranhos seres em meu quarto, mesmo com a presença de meu marido, que nunca acorda, e depois, ao longo do dia, eu me recordo de todos os detalhes. Parabéns à Liliana por sua diligente e esclarecedora investigação.
Célia A. A. Rodrigues,
por e-mail

Sonhos com UFOs e ETs

Gostaria de saber da Revista UFO se existem relatos de contatos com aliens que se deram em sonhos, pois desde criança sonho frequentemente com naves — e todas elas se parecem muito com as presentes em fotos que tenho visto. Estou preocupada com isso, pois acabo de sonhar novamente que fazia um contato com um ser extraterrestre que parecia um réptil e queria me levar. Eu lhe disse que não podia ir por ter filhos pequenos e ele me olhou profundamente, dando-me a sensação de que já tínhamos tido contato antes. Pesquisei no Portal da Ufologia Brasileira [ufo.com.br] e um dos perfis de ETs que lá está se enquadra perfeitamente com o ser que eu vi.
Andrea Assunção,
por e-mail

Tenho experiências com UFOs e ETs desde cedo e gostaria de relatar-lhes algumas. Tudo começou quando eu tinha por volta de 10 anos, quando costumava sonhar — pelo menos, interpretava como sonhos — que via sempre acima de mim uma espécie de disco voador cheio de luzes que acompanhavam seu contorno. Eram azuis, vermelhas, brancas e verdes, como se fossem faróis de um caminhão. Eu tinha medo daquilo, porque, primeiramente, sabia quando aquilo ia aparecer porque o céu mudava, ou seja, as estrelas não eram aquelas que costumava ver no firmamento, mas outros astros, diferentes e em número muito maior. Em segundo lugar, porque eu tinha certeza de quem tivesse naquele disco sabia onde eu estava, por mais que procurasse me esconder. Aquilo sempre vinha na minha direção, de modo a estacionar acima de minha cabeça, como se estivesse me procurando. O tempo foi passando e eu nunca contei isso para ninguém. Mas agora, mesmo depois de adulto, meus sonhos continuam a ocorrer, embora hoje eu veja coisas diferentes, como discos que aterrissam perto de mim e de cujos interiores saem homens comuns, como nós, apenas com roupas de tecidos diferentes, que não sei explicar. Bem, este é o meu relato e gostaria de uma possível explicação para esses sonhos.
Arnaldo Paiva,
Brasília (DF)

Academia de Letras Ufológica

Como leitor, fico feliz pela realização do V Concurso Nacional de Ufologia. No entanto, devido à importância e pioneirismo da Revista UFO, gostaria de propor que vocês incentivem a criação de uma Academia de Letras Ufológica, pois seria a forma ideal de promover o reconhecimento e a valorização social de escritores dedicados ao tema. No Brasil já há vários tipos de academias de letras, basta ver no Google, como Academia de Letras Maçônica, Academia de Letras Indígena, Academia de Letras Agrária etc. Ou seja, é mais do que possível a Academia de Letras Ufológica, que pode ter uma sede e existir também virtualmente, na internet. E creio que a UFO, unindo-se a outros setores sociais, teria o peso para fundá-la ou incentivar tal criação.
Kleber William Waleriano,
por e-mail

Victório Pacaccini

Gostaria de saber do paradeiro do ufólogo mineiro Victório Pacaccini, um dos principais investigadores do Caso Varginha. Já há vários anos ele havia dito no programa Amaury Junior que tinha recebido mais de 14 ameaças por telefone. O que lhe teria ocorrido?
José Inocêncio,
por e-mail

Tenho muita curiosidade em ver o que o ufólogo Victório Pacaccini, que teve tanto peso na investigação do Caso Varginha quanto o doutor Ubirajara Franco Rodrigues, teria a dizer sobre a atuação deste último, de forma tão despropositada, negando praticamente tudo o que ambos descobriam sobre o importante episódio ocorrido naquela cidade mineira.
Juarez Moutinho,
Cascavel (PR)

Renovação na UFO

Já não está na hora de trocar essa turminha da velha guarda da Ufologia e colocar gente com ideas novas na Revista UFO? Novos autores que apresentem artigos sem as constantes repetições de casos que vemos publicados? Já está se tornando cansativo ver sempre os mesmos relatos, ou será que é só isso que vocês têm a oferecer para seus leitores? Procurem os pequenos grupos de Ufologia, porque é neles que está o segredo...
Wilson F. de Assis,
por e-mail

Leitores comentam

Estou iniciando na Ufologia e gostaria de comentar alguns aspectos da edição UFO 193. Primeiro, a capa traz a manchete Tragado por um UFO, mas a matéria escrita pelo coeditor Thiago Ticchetti finaliza afirmando que “talvez nunca saibamos o que realmente aconteceu com Frederick Valentich”. Assim, o mais correto para a capa seria, então, uma indagação: Tragado por um UFO? Em segundo lugar, na página 43, no quadro Visão Final, há a afirmação de que foi aquele “o último pedaço de terra que Valentich viu antes de morrer”, mas sua morte não é certeza, pelo que entendi. Enfim, o artigo sobre o Caso Valentich é ótimo e intrigante, mas contém contradições graves. A própria ilustração da capa, um magnífico trabalho artístico do capista Rafael Amorim, também não está condizente com o texto, que afirma “ar morno e céu sem qualquer nuvem”. Já o artigo Na Patagônia, UFOs São Vistos Tanto nos Céus Quanto nas Águas, de Wallacy Albino, também é bastante atrativo, mas traz uma foto belíssima da paisagem descrita no texto, três fotos de um suposto monstro e apenas uma única foto de UFO. Considerando que, conforme diz o texto, cerca de 40% dos habitantes de Bariloche já viram artefatos desconhecidos no céu, além de toda a casuística da região, acredito que devam existir mais fotos de UFOs para apresentar, mas onde estão elas? Finalizo dizendo que pretendo continuar sendo leitor — e admirador — da Revista UFO, mas apresentando minhas críticas que, acredito, são construtivas.
Mauro Baère,
Jacareí (SP)

Tenho evidências bastante sólidas para crer que a mesma civilização que colonizou a Lua também se estabeleceu em solo marciano e, aparentemente, igualmente aqui na Terra. O mesmo tipo de engenharia e colossal arquitetura desses seres pode ser observado na Lua, em Marte e em nosso planeta — aqui elas estão nas profundezas do oceano glacial ártico.
João G. Oliveira,
por e-mail

Estive em uma fazenda em Santana do Pirapama, em Minas Gerais, perto do Rio de Pedra, onde ouvi vários relatos de UFOs surgindo à noite. Alguns ribeirinhos locais, por estarem sempre presentes nessas aparições, preferem não mais pescar após o pôr do Sol. Então, fica aqui a sugestão para uma pesquisa de campo naquela localidade.
Rodrigo Campos,
por e-mail

Extraterrestres no passado

Gostaria de começar falando sobre a obra de Zecharia Sitchin e em seus estudos sobre o povo sumério, pois já não é de hoje que a nossa ciência vem comprovando a natureza de escritos gravados nas tábuas sumérias. O que agora me impressionou foi uma descoberta recente da NASA a respeito da criação da Lua, que teria sido gerada pelo choque de dois planetas. Isso vai de acordo com o que foi narrado pelo Enuma Elish em tábuas sumérias e babilônicas. Gostaria de ver uma reportagem sobre isso, pois poderemos nos preparar para muitos eventos vindouros se refletirmos melhor sobre a sabedoria que os povos antigos tinham do futuro.
Fernando Monteiro,
por e-mail

A pesquisa e o estudo de códigos bíblicos me fizeram chegar a uma descoberta inédita sobre o anticristo e o fim do mundo. Dicas secretas nas palavras de Jesus remetem aos profetas do Velho Testamento e um texto decifra o outro até a revelação do que jamais foi encontrado até agora. Assim, considero que a minha descoberta pode e deve dar um novo rumo não só ao Cristianismo, mas também à história da humanidade.
Adelmario Sampaio,
por e-mail

Observação de nave

Há poucos dias, aproximadamente às 20h00, avistei na cidade de Campo Grande um UFO triangular com esferas na parte inferior. Ele estava sem luzes aparentes e não apresentava som algum. Passou quase sobre onde eu estava com a minha namorada, que não acredita no Fenômeno UFO, deslizando e com um movimento muito preciso. Fiquei boquiaberto, pois sei o quão raro é o avistamento desses objetos voadores não identificados, e gostaria de saber se há outros relatos registrados nesta região.
João Roberto Beltramo,
Campo Grande (MS)

UFO Especial

Ótima a edição UFO Especial 067, com a chamada de capa Afinal, Qual é a Intenção dos ETs? Os artigos foram muito bem elaborados por autores com conhecimento do assunto e totalmente atuais. Toda a edição merece os meus parabéns.
Robson Rocha Fonseca,
por e-mail

Estou cada dia mais admirada com as edições da UFO Especial, que adquiro e leio com avidez, por conterem sempre textos interessantes e instigantes. Acho a junção dos artigos de cada edição muito acertada, fazendo com que o leitor conheça o tema tratado de ponta a ponta. Parabéns à Equipe UFO pelo excelente trabalho.
Maria José Pinheiro,
Ceilândia (DF)

Leitores reclamam

Sempre acompanho a Revista UFO e gosto muito de suas capas. Porém, a UFO 192, de setembro, com chamada de capa Nossa Origem Extraterrestre, foi a mais assustadora que já vi. Aquele menino parece mais um príncipe das trevas do que um ET.
Vera Lucia,
por e-mail

A UFO precisa se modernizar. Faz tempo que venho observando a necessidade de a revista tratar do Fenômeno UFO com outro enfoque, evidentemente a visão mística do assunto. Todos sabemos que a Ufologia Científica não tem futuro e que as respostas estão na Ufologia Mística ou Espiritualista — que alguns ainda chamam de Esotérica ou Holística. Então, vejo que é hora de vocês mudarem o rumo e tratarem do que verdadeiramente importa sobre a presença alienígena na Terra.
Eunice M. Ceres,
Goiânia (GO)

Contatos telepáticos com alienígenas

Meu nome é Wibson e desde o início de 2006 tenho tido contatos telepáticos com pessoas ou seres que falam em português perfeito, mas cujas vozes não consigo desvendar de onde vêm. Posso distinguir tons masculinos e femininos nestes contatos, e as vozes conseguem ler todos os meus pensamentos. De início pensei que fossem espiões, mas o princípio da espionagem é permanecer oculto, e não revelar evidências ou a existência do agente. Certa vez ouvi o ufólogo Reginaldo de Athayde, coeditor da Revista UFO, dizer que os alienígenas são capazes de ler nossos pensamentos. Se for o caso, ficam aqui as perguntas: quais dispositivos eles estariam usando para isso? Será que em meu corpo há alguma coisa que proporciona a eles a possibilidade de ler e transmitir pensamentos, como se fosse uma espécie de telepatia?
Wibson Luis,
Fortaleza (CE)

TERMÔMETRO DA EDIÇÃO ANTERIOR

Há anos a Revista UFO se tornou minha leitura predileta. Quando chega às bancas, logo sou avisada e vou buscar meu exemplar, lendo-o e relendo-o várias vezes, de tanto que aprecio seu conteúdo.
Elisabeth Marinho,
Sorocaba (SP)

Comprei alguns exemplares da UFO por curiosidade, mas não voltarei a fazê-lo. Acho a revista supérflua e o tema, um festival de absurdos. Confesso que minha curiosidade se extinguiu com os poucos exemplares que li e que meu interesse por Ufologia morreu na fonte.
Célio Novaes,
por e-mail


Grande Ofertas Exclusivas da Revista UFO