CAPA

Se ainda havia quem duvidasse, eles voltaram!

Revista UFO | Edição 185 | 01 de Fevereiro de 2012

SHARE

PONTO DE ENCONTRO

Onde os Leitores da UFO se Manifestam

Nuno Montez da Silveira

Gostei muito da entrevista com Nuno Montez da Silveira, A Ufologia Necessita de Uma Revisão Geral Para Encontrar as Respostas Que Busca, na seção Diálogo Aberto de UFO 184. Ele mostrou ser uma pessoa equilibrada que pratica Ufologia com um ceticismo sadio. Quem dera outros ufólogos também tivessem posicionamentos sóbrios, como o dele.
Marinez Fernanda Nunes,
por e-mail

Estou de pleno acordo com Nuno Montez da Silveira quando diz que “são os próprios ufólogos que afastam os cientistas eventualmente interessados pelo Fenômeno UFO” [A Ufologia Necessita de Uma Revisão Geral Para Encontrar as Respostas Que Busca, seção Diálogo Aberto de UFO 184]. Pelo que tenho visto do comportamento de certos “ufólogos”, o tema nunca vai ser levado a sério no meio acadêmico.
Carlos Cunha Medeiros,
São Paulo (SP)

A entrevista A Ufologia Necessita de Uma Revisão Geral Para Encontrar as Respostas Que Busca, com Nuno Montez da Silveira [Foto abaixo], em UFO 184, mostrou que a qualidade de pensamento sobre a questão ufológica não tem idade. Apesar de tão jovem, já sabe bem o que procura.
Mário A. G. Braga,
Sumaré (SP

UFO 184

A Revista UFO está cada dia melhor, com capas bem feitas e artigos bem elaborados. Mas gostaria de, ao cumprimentar a Equipe UFO pelo excelente trabalho, sugerir que a publicação trate mais de assuntos astronômicos e de exobiologia, pois conhecer esses temas é essencial para se entender a presença alienígena na Terra em toda sua extensão e significado.
Almerina Cardozo Mathias,

por e-mail

Exoplanetas

Elogiável o artigo Exoplanetas, do novo colaborador da Revista UFO, Emerson Roberto Perez, na edição UFO 184. Sempre achei que a publicação precisava apresentar um texto mais profundo sobre esse tema. Considero que a descoberta de novos mundos extrassolares, em escala cada vez mais acelerada, ainda vai nos trazer muitas surpresas na área ufológica.
João Dias Solon,
por e-mail

Gostei muito do texto Exoplanetas, de Emerson Perez, em UFO 184. Destaco dele uma frase que o resume de forma exemplar: “Como ciência, a exobiologia pode ajudar a entender o surgimento da vida fora da Terra, mas ainda não se atreve a prever como seriam os seres extraterrestres que nos visitam. No entanto, está em seus próprios fundamentos a perspectiva de que há incontáveis outras espécies”. Esse é o paradigma a ser quebrado.
Sérgio Severino Santos,
por e-mail

Agroglifos

Existe alguma possibilidade de, pelo fato do eixo da Terra ter sido deslocado por terremotos e outros efeitos naturais, os locais de aparição dos agroglifos terem sido mudados? Falo isso porque li sobre os agroglifos em Ipuaçu e fico imaginando se os pontos de novas aparições têm relação com esse deslocamento do eixo da Terra.
Marcus Vinicius A. Scherer,
por e-mail

Procurei na internet imagens sobre os agroglifos e constatei uma curiosidade. Percebi um padrão nas imagens que aparecem em lavouras, que são as linhas paralelas que sempre identificam a aplicação de produtos por tratores ou outras máquinas. Não encontrei nenhuma imagem de agroglifos registrada em lavouras onde ocorrem aplicações agrícolas aéreas, onde não aparecem as linhas das máquinas terrestres. Será que essa constatação comprovaria o uso destas linhas por pessoas que desenham os agroglifos para entrar e sair das lavouras sem que apareçam outras marcas?
Gilberto Oliveira,
por e-mail

Resposta do editor: Muito boa a observação. Mas, checando certas fontes, vemos que apenas uma pequena porcentagem das lavouras em todo o mundo é tratada com produtos químicos por vias aéreas. Quase a totalidade delas, por questões de custo e infraestrutura, é tratada com tais materiais usando-se tratores. Então, a porcentagem explica porque a maioria — mas não todas — das lavouras onde se encontram os agroglifos tem as marcas de pneus dessas máquinas.

Sobre os agroglifos, gostaria de dizer que alguns representam determinados acontecimentos, como os citados por Zecharia Sitchin [Veja entrevista Os Vestígios da Ação de Aliens na Terra Abundam Por Toda a História da Humanidade, em UFO 175], que fala dos anunnaki e seu retorno, sugerindo que nós somos seus descendentes. Isso se vê em um agroglifo encontrado em que não se observa o planeta Terra na terceira órbita a partir do Sistema Solar [Foto acima]. Na realidade, os agroglifos nos contam a história da Terra desde a sua origem.
Paulo F. I. Giordano,
São Paulo (SP)

Sobre os agroglifos, gostaria de sugerir que, muito provavelmente, eles são efeitos com testes de calibragemde canhões de micro-ondas, um artefato bélico mantido em órbita da Terra.
José Carlos dos Santos,
por e-mail

Parabéns ao editor A. J. Gevaerd pelo trabalho de investigar pessoalmente os agroglifos de Santa Catarina. Sobre o fato, aliás, é um absurdo a mídia simplesmente ignorar tudo o que está se passando lá e fingir que nada aconteceu, preferindo noticiar eventos nada ufológicos, como o da pipa de led de São Paulo, que só servem para desprestigiar a Ufologia perante a opinião pública.
André Luiz Martins,
Rio de Janeiro (RJ)

Antiguidade dos UFOs no Brasil

Lendo o artigo Casos Ufológicos no Pantanal Remontam ao Tempo do Império, na edição UFO 181, gostaria de levar ao conhecimento da Equipe UFO os resultados de uma meticulosa pesquisa feita pelo investigador Celso de Martin Serqueira, que encontrou registros de avistamentos ufológicos bem antes do Império, no século XVI, ou seja, no Brasil Colônia. Os casos referem-se a relatos de índios datados de 1600, de colonos que habitavam as regiões de São Thomé das Letras, São Bento Abade, Ingaí, Carrancas e Itumirim. Todos testemunhavam com frequência aparições de estranhas luzes no alto da serra, vistas como algo sobrenatural e descritas como “luzes que brilhavam como luminárias”, dando origem ao nome da Serra das Luminárias. Mas o fato mais curioso é que, conforme os registros literários, há fortes indícios de a primeira abdução no Brasil ter ocorrido no ano de 1558. Trata-se do caso do irmão do índio Arariboia, chamado Manemuaçu. Poucos dias após seu casamento, ele desapareceu misteriosamente, reaparecendo dias depois doente e relatando ter sido sequestrado por “seres estranhos” e conduzido a um local desconhecido. Manemuaçu morreu pouco depois, tendo sido considerado louco e “endemoniado”, mas seu relato foi ouvido e informado através de carta datada escrita pelo padre Antônio de Sá, em 13 de junho de 1559, a seus superiores da Companhia de Jesus.
Celestino Almada,
Rio de Janeiro (RJ)

Laboratório de ETs

A Terra é um imenso laboratório para os ETs desde que foi gerada. Eles estão muito adiantados, bem mais do que nós, e sua capacidade cerebral é muito superior. Viajam pela “zona fantasma”, a mesma em que ficam os espíritos, e por isso conseguem ir de um ponto a outro do universo, rapidamente e sem colidir em nada.
Norberto Lauria Tejedor,
por e-mail

UFO no interior de São Paulo

Sou participante da lista de debates da Revista UFO no Yahoogrupos, Revista UFO Online, e agradeço por estar aprendendo muito. Gostaria de relatar o caso de um UFO tipo charuto que sobrevoou minha cidade e pôde ser visto com clareza. Estava na esquina de casa com alguns amigos quando minha irmã, assustadíssima, mostrou o objeto e todos se esconderam. A nave estava muito baixa e passou rapidamente. Ficamos sabendo que muitas pessoas na cidade também viram o mesmo objeto. Uma rádio de Presidente Prudente fez o comentário de que também lá muita gente teria visto o artefato.
Mauro Régis,
Regente Feijó (SP),

Espiritismo e Ufologia

Gostaria de parabenizar o conselheiro especial Fernando de Aragão Ramalho pela reportagem A Ponte Entre ETs e os Espíritos, da edição UFO 173 [Abaixo], em especial pela sobriedade com que tratou o tema. Sou espírita e vejo que, infelizmente, alguns periódicos — que precisam defender certos interesses ideológicos ou monetários — manipulam informações descaradamente, colocando no descrédito pessoas sérias e com uma vida inteira de pesquisas do assunto, levando o leitor menos avisado a achar que, a partir de uma matéria errônea, a reportagem esgotou todo o tema. No entanto, lendo a reportagem de Ramalho na UFO, quero salientar tanto o equilíbrio da reportagem, que não impôs conclusões, mas deixou questões interessantes em aberto, quanto às citações literais de obras do espiritismo, que permitem ao leitor uma análise própria. Por fim, ressalto o respeito demonstrado pelo autor por aqueles que dedicaram suas vidas a espalhar algo de bom na humanidade, como Allan Kardec, Camille Flammarion e Chico Xavier.
Raphael Faé Baptista,
Vitória (ES)

Sugestões dos leitores

Sugiro que a Revista UFO publique uma ou mais edições com fotos de UFOs autênticos, indicando a data e o local onde foram tiradas. Na mesma ou em outras publicações, gostaria de ver também fotos das mais absurdas fraudes.
Marina Andrade,
por e-mail

Sou professora de química e imagino ser muito bom trabalhar com os alunos sobre Ufologia e poder falar sobre vida fora da Terra. Por isso, faço uma sugestão: dentro da revista poderia haver pôsteres do espaço com informações sobre química e física, além de histórias de fatos ufológicos para poder serem utilizados por estudantes ou professores nas escolas.
Lindsey Melm,
por e-mail

Gostaria de informar que o padrão de imagem de anjos religiosos não é verdadeiro, mas sim representa seres do 12º planeta do Sistema Solar, os nibiruanos ou anunnaki, como falavam na Suméria — aqueles que vieram do céu para a Terra. Foram eles os nossos criadores, e não os grays [Cinzas] ou os reptilianos.
Alexandre dos Santos de Paula,
por e-mail

A idade do Sol

A Revista UFO poderia fazer uma revisão das matérias antes de publicá-las, para corrigir erros de português e ao menos evitar enganos crassos, como dizer que o Sol vai se transformar em “gigante vermelha em cinco milhões de anos”. Só li uma matéria e achei isso. Fico imaginando o que encontraria se lesse outras...
Terezinha Lima,
por e-mail

Resposta de Paulo Poian: Pedimos desculpas pelo erro. Realmente, todo cuidado é pouco com dados astronômicos, que podem ser publicados equivocadamente até por jornalistas especializados das grandes mídias. Na UFO nós tomamos todas as precauções para evitar tais erros, confrontando e confirmando fontes e informações. Esse é o caso do dado em questão, publicado na nota Três Exoplanetas e um ‘Objeto Não Identificado’ fora do Sistema Solar. Ele é tradução de uma fonte espanhola, na qual consta a mesma informação, repetida equivocadamente em vários outros veículos. Vamos ficar mais atentos.

Os leitores comentam

Moro nos Estados Unidos e canalizo já há alguns anos mensagens dos povos das pirâmides, como os pleiadianos e os arcturianos. Eles ensinam como nos comportar nessa nova fase do planeta, energeticamente falando. Também sou terapeuta alternativa há anos e tenho experiência no assunto.
Cristina Longhi Hanser,
por e-mail

Sinceramente, creio em vida inteligente em outros mundos, que visitantes alienígenas estiveram na Terra no passado e interferiram em nossa história, como escreveu Erich von Däniken. Porém, a Revista UFO e os ufólogos brasileiros ainda não sabem do que estão escrevendo a respeito. A UFO tem que ser mais criteriosa em suas matérias. Espero que minha crítica sirva de alerta e não seja tomada como preconceito ao assunto.
Ranieri Cassimiro de S. Silva,
por e-mail

Parabéns pelo novo programa ao vivo da Revista UFO no Twitcam. Penso que, quanto mais divulgação do Fenômeno UFO, melhor. Mais uma vez, sucesso!
Paulo Vianna,
São José dos Campos (SP)

Tenho motivos suficientes para acreditar em vida extraterrestre e que é muito mais evoluída do que a terrestre, mas ficarei satisfeito quando tudo isso deixar de ser uma teoria e se tornar algo concreto. Espero ainda ver isso acontecer.
Rodinei Maximus,
por e-mail

Há alguns anos fui assinante da Revista UFO, porém deixei de ser. Como estou cursando doutorado e tudo o que pesquiso precisa de provas concretas, não será surpresa se aparecer alguma notícia de Ufologia associada ao Papai Noel junto com o Saci Pererê na publicação. Desculpe-me, mas não é assim que se faz Ufologia.
Antônio A. V. Aragão,
por e-mail

Gosto demais da seriedade com que a Revista UFO trata da presença alienígena na Terra nas diversas matérias publicadas.
João da Silva,
por e-mail

Sou membro do Exército Brasileiro e gostaria de dar-lhes parabéns pelo maravilhoso trabalho que realizam.
Leonardo Gomys,
por e-mail

Parabenizo a Revista UFO por veicular informações idôneas sobre a presença alienígena na Terra.
All Bano Dias,
por e-mail

Operação Prato

Acompanhei o programa Revista UFO Ao Vivo pelo Twitcam, a edição referente à Operação Prato, de 14 de outubro, e gostaria de saber como se ficou sabendo que o Exército dos Estados Unidos continuou aquela missão, após os militares brasileiros terem encerrado o caso? Também quero saber se há documentos que falam a respeito da operação após o seu término? Onde estão? Por fim, gostaria de parabenizá-los pelo excelente trabalho que a Equipe UFO realiza.
Rafael Pegoraro,
por e-mail

Resposta de A. J. Gevaerd: A questão da continuidade da Operação Prato por militares norte-americanos, juntos de agentes de inteligência daquele país, sempre foi uma desconfiança que tive ao pesquisar aquela missão, de mais de duas décadas para cá. Mas foi somente em 2009 que recebi a confirmação do fato a partir de um oficial da Força Aérea Brasileira (FAB), cujo nome não pode ser revelado ainda. Tal informação foi publicada na edição 158 da Revista UFO, A Operação Prato Foi Mesmo Encerrada? Quanto à existência de documentos que tratem disso, infelizmente, apesar de muito procurar, ainda não os encontramos. Seguimos tentando.

Sou um estudante de 13 anos e grande admirador da Revista UFO. Vi a última entrevista do editor A. J. Gevaerd no programa norte-americano The Paracast e gostei muito. Gostaria de saber onde posso encontrar fotos e documentos da Operação Prato liberados pelo Governo. Procurei na internet, mas gostaria de ter certeza se são verdadeiros.
João Alberto Silva,
João Pessoa (PB)

Resposta de Renato A. Azevedo: O Portal da Ufologia Brasileira [ufo.com.br], o site da Revista UFO, mantém em um endereço específico todos os documentos ufológicos antes secretos que foram liberados pelo Governo Brasileiro ou que vazaram em vários momentos. Acesse-os e baixe à vontade em:
ufo.com.br/documentos.

Foto publicada em UFO

Gostaria de ter informações sobre a imagem de um UFO que aparece na entrevista com o policial britânico Gary Heseltine em Diálogo Aberto de UFO 181, de setembro de 2011 [Precisamos Construir um Banco de Dados Mundial de Casos Ufológicos Contundentes], creditada a UFO Photo Archives. Trata-se de foto ou ilustração? Caso seja foto, gostaria de poder utilizá-la no meu computador como papel de parede.
H. Hoffmann,
por e-mail

Resposta de A. J. Gevaerd: Trata-se de uma foto que é parte de uma sequência de três feitas, segundo algumas fontes, no Canadá, em 2003, e segundo outras, na Hungria, em 2004. Não há confirmação de qual seja o local exato de sua obtenção e nem a data. A imagem pode ser encontrada para uso como papel de parede na seção Serviços e opção Wallpapers do Portal da Ufologia Brasileira [ufo.com.br], o site da Revista UFO. Lá se encontram também todas as imagens relevantes publicadas recentemente pela UFO.

Novos DVDs da Videoteca UFO

Sensacionais os novos lançamentos da coleção Videoteca UFO. Tenho todos os títulos já lançados pela UFO até hoje, uma enorme e bem cuidada biblioteca de documentos ufológicos, e fico atento a cada novo lançamento que vocês fazem. Gostaria de sugerir que vocês também lancem DVDs sobre astronomia e exobiologia.
Magali Antunes Couto,
por e-mail

Os novos DVDs da UFO me surpreenderam. Gostei muito de todos os três e já emprestei a amigos e parentes, para tentar demovê-los de um ceticismo que mantêm quanto ao Fenômeno UFO. É incrível que em pleno ano de 2011, com tantas descobertas e informações sobre nossos visitantes já acumuladas em seis décadas de trabalho, alguém ainda duvide que o assunto seja sério.
Dorotheu Andradas,
São Paulo (SP)

TERMÔMETRO DA EDIÇÃO ANTERIOR

A Equipe UFO é um dos poucos grupos que, além de fazer uma revista tão bem feita, leva o leitor a ler sobre um assunto tão polêmico em um ponto muito além do que qualquer outra fonte levaria. Mais uma vez quero lhes dar meus sinceros parabéns.
Juan Arruda,
por e-mail

Já fui assinante da Revista UFO anos atrás, porém vejo que o que interessa à publicação hoje é somente vender livros, DVDs etc. É a mesma encheção de linguiça nas matérias contínua. Pobres mortais. Aposto que vocês não vão publicar minha crítica!
Roosevelt Rotri,
por e-mail


Grande Ofertas Exclusivas da Revista UFO