CAPA

Quem mais freqüenta o universo espiritual?

Revista UFO | Edição 173 | 01 de Janeiro de 2011

SHARE

PONTO DE ENCONTRO

Onde os Leitores da UFO se Manifestam

O polêmico Jim Marrs

Interessantíssima a entrevista com Jim Marrs, publicada nas edições UFO 171 e 172, A Verdade é Mantida Longe do Conhecimento da Humanidade por Interesses e Conveniências e A Manipulação de Informações é Feita Por Uma Elite Econômica Mundial, respectivamente parte 1 e 2 do excelente trabalho do consultor da Revista UFO Renato A. Azevedo, o entrevistador. É espantosa a clareza de idéias de Marrs quanto a tantas questões, que não apenas não se limitam à Ufologia como lhe dão forte amparo.
Judith Antunes Silva,
São Paulo (SP)

Não sei qual parte da entrevista com Jim Marrs estava melhor, mas achei ambas extraordinárias e de alto nível. São trabalhos como estes que fazem crescer a qualidade da investigação da presença alienígena na Terra. Parabéns à Equipe UFO e, em especial, ao entrevistado e ao entrevistador.
Silvio Medina Júnior,
Rio de Janeiro (RJ)

Jim Marrs está absolutamente certo quando aborda algumas delicadas questões, como o ataque às Torres Gêmeas do World Trade Center, que teria sido conduzido, segundo ele, pelo próprio governo norte-americano. É incabível que a imprensa mundial e autoridades globais permaneçam caladas diante de tantas evidências disso. Parabéns aos Marrs por expor esta questão.
Norton Miguel Ansulano,
por e-mail

Michio Kaku e a vida no universo

Muito interessante o texto do doutor Michio Kaku em UFO 172, Vida no Universo, que nos faz pensar sobre como seriam as outras espécies cósmicas mais avançadas que nos visitam aqui na Terra. Kaku não trata desta questão diretamente e nem menciona UFOs ou extraterrestres em seu texto, como seria de se esperar. Mas sua presença numa revista sobre Ufologia já é algo notável, assim como suas recentes manifestações na imprensa mundial, advogando a tese de que estamos mesmo sendo visitados e que este é um assunto de extrema seriedade.
José Ricardo Albuquerque,
Belo Horizonte (MG)

Em seu brilhante texto Vida no Universo, de UFO 172, o físico norte-americano Michio Kaku diz que, “por definição, segundo o conceito das leis da evolução planetária, uma civilização avançada tem que crescer mais rapidamente do que a freqüência de ameaças que sofre e das catástrofes a que está sujeita”. Parece que ele sugere que possa haver catástrofes previsíveis a ocorrerem a uma civilização, como Nibiru poderia significar para a Terra, atestando as teorias de Salvatore De Salvo, expressas no artigo Nibiru: Perigo Iminente, da edição UFO 148.
Ricardo Benez Rodrigues,
Viamão (RS)

A Aeronáutica e os UFOs

Muito interessante o texto A Aeronáutica Pesquisou Casos Ufológicos no Interior de São Paulo, da edição UFO172, consagrado em primeiro lugar no IV Concurso Nacional de Ufologia da Revista UFO e de autoria do ufólogo Edison Boaventura Júnior. O autor faz uma boa retrospectiva de casos ufológicos do interior paulista, mas se detém apenas em cidades mais próximas da capital, como Ibiúna. Talvez desconheça que o Sistema de Investigação de Objetos Aéreos Não Identificados (Sioani) também pesquisou acontecimentos mais para o interior e no oeste paulista, como em Lins, Jales, Botucatu, Araçatuba e Presidente Prudente, para citar algumas.
José Geraldo Martins,
Presidente Prudente (SP)

Gostaria de parabenizar o ufólogo Edison Boaventura Júnior pelo primeiro lugar alcançado no IV Concurso Nacional de Ufologia da Revista UFO, que resultou no artigo A Aeronáutica Pesquisou Casos Ufológicos no Interior de São Paulo. Seria interessante que os ufólogos brasileiros resgatassem não apenas estes casos apresentados por Boaventura, mas todos os que foram investigados pelo Sioani, para enriquecimento de nossa casuística.
Sílvia Armandini,
por e-mail

Contatos de Quarto Grau

Parabéns ao ufólogo e co-editor da Revista UFO Marco Petit pelo corajoso artigo Os Danos Causados por Contatos de Quarto Grau à Ufologia, de UFO 172, que é um verdadeiro atentado à razão e à pesquisa ufológica séria. O diretor Olatunde Osunsanmi causou um grande e desnecessário estrago a uma disciplina que luta para se tornar ciência, fazendo um desserviço à presença alienígena na Terra.
César Gustavo Mello,
Brasília (DF)

Assisti ao filme Contatos de Quarto Grau, de Olatunde Osunsanmi, comentado pelo co-editor Marco Petit na matéria Os Danos Causados por Contatos de Quarto Grau à Ufologia. No início e no final do filme é dado um alerta pelo diretor e sua atriz principal, Milla Jovovich, de que a produção é baseada em fatos reais. Mas o que há no filme é algo tão fantástico que me vi na obrigação de confirmar, pois acompanho a Ufologia com muito interesse há muitos anos e nunca tinha ouvido falar dos fatos apresentados.
Wander Enterprise,
por e-mail

Os leitores comentam

Já há bastante tempo a Revista UFO tem sido uma leitura regular para mim. Mas acho que alguns assuntos deveriam ser suprimidos, pois não condizem com o objetivo da mesma. Não se devem misturar crendices pessoais com o trabalho metódico que ufólogos sérios vêm realizando. Muitas pessoas já me manifestaram o mesmo pensamento.
Dilermando Torres Filho,
por e-mail

Fui uma das pessoas que sempre criticou a estrutura do antigo site da Revista UFO. Assim como fui assinante desde o início da publicação e participei de seus momentos ruins. Felizmente, vi a revista se superar e prosperar. Hoje, depois de tantos anos, fico orgulhoso em ver o novo Portal da Ufologia Brasileira [ufo.com.br] estruturado e modernizado. Há poucos meses enviei uma crítica ao editor A. J. Gevaerd e recebi sua resposta dizendo que tudo o que eu havia colocado em minha mensagem fora exposto à Equipe UFO. Embora minha participação tenha sido ínfima, fico feliz em ter contribuído e, acima de tudo, de ver que vocês tiveram a humildade de receber as críticas de forma positiva. Por isso digo que a UFO é o nosso norte.
Rubens Costa,
por e-mail

Acredito que o Portal da Ufologia Brasileira [ufo.com.br] é um local fundamental para se debater, escrutinar e dissecar o assunto. É uma das raras ferramentas para esclarecer um tema tão complexo.
César A. Valle,
por e-mail

Ilha da Trindade

Tenho acompanhado o magnífico trabalho da Revista UFO e os parabenizo. Mas, como em toda atividade, sempre há alguém querendo “desconstruir” um trabalho de décadas, principalmente quando as provas da existência de UFOs se diluem e a mídia procura desacreditar fatos incontroversos, mesmo que atestados por pessoas íntegras. Um deles é o Caso Ilha Trindade, tema do artigo As “Revelações” do Programa Fantástico, de Marco Petit na edição UFO 170. O dominical da Rede Globo questionou o episódio levando ao descrédito nossa maior prova da existência de UFOs. Li atentamente o texto e a resposta da Equipe UFO no Portal da Ufologia Brasileira [ufo.com.br], que acesso quase diariamente, mas entendo que não é o suficiente.Ora, como desacreditar o avistamento que foi presenciado por quase toda a tripulação do navio Almirante Saldanha? Especialmente tendo as fotos de Almiro Baraúna sidoreveladas em seguida no laboratório da embarcação?
Fernando Benjamin de Almeida,
por e-mail

Zé Ramalho

Congratulações pela excelente entrevista com Zé Ramalho. Pessoa sensível e coerente, o músico me surpreendeu pelo conteúdo ufológico que demonstrou. Acredito que, como artista de alto nível e portador de privilegiado tirocínio, ele deveria estar na comissão brasileira destinada ao contato oficial com nossos visitantes.
Ricardo D. C. Russo,
Manaus (AM)

Michio Kaku nos faz pensar muito sobre o futuro da humanidade e da possibilidade de um dia virmos a fazer parte de algum “clube galáctico”. Sua assertiva de que há inúmeras civilizações em diferentes níveis de avanço tecnológico — acredito que estejam apenas aguardando nosso crescimento para conosco interagirem — é extremamente real e pertinente.
Regina H. Couto Diniz,
São Paulo (SP)

TERMÔMETRO DA EDIÇÃO ANTERIOR

Uma das coisas que enriquecem nossa querida UFO são as tiras bem humoradas do Márcio Baraldi. Sugiro até que vocês publiquem histórias em quadrinhos dele e de outros artistas, dando um tom mais descontraído para o assunto.
Rosane A. Argeli,
por e-mail

Entra mês e sai mês e a UFO não melhora em questões básicas. Por exemplo, a entrevista com Jim Marrs foi um festival de absurdos. Custo a crer que tenham tido coragem de dar tanto espaço a ele, em nada menos do que duas seções Diálogo Aberto. Um horror sem tamanho!
Sérgio Cavalo,
por e-mail


Grande Ofertas Exclusivas da Revista UFO