CAPA

Até os ufólogos estão surpresos com o Governo

Revista UFO | Edição 160 | 01 de Dezembro de 2009

SHARE

PONTO DE ENCONTRO

Onde os Leitores da UFO se Manifestam

LUCIANO STANCKA

Parabéns ao médico Luciano Stancka pelo seu posicionamento sério e consistente, manifestado na entrevista na seção Diálogo Aberto da edição UFO 159, Abduções: Cuidados a Serem Tomados. Concordo com ele quando descreve os absurdos afirmados pelos ditos contatados, mas lembro-o de que não há unanimidade nesta área e, sim, casos verídicos de contatos sistemáticos com seres extraterrestres.
Juliana Moraes Nunes,
Paranaguá (PR)

Luciano Stancka nos dá uma lição sobre investigação de abduções alienígenas, complementando em muito o que nos disse, na edição UFO 158, a psicóloga carioca Gilda Moura [As Abduções e o Despertar da Consciência]. A Revista UFO tem nos brindado com entrevistas espetaculares, bem feitas e muito elucidativas sobre questões cruciais da Ufologia.
Mauro Celso Bejanoski,
Assis (SP)

DOCUMENTOS UFOLÓGICOS

O fato de o ufólogo Edison Boaventura Júnior ter retido por tanto tempo importantes documentos que agora vieram a público, através da Comissão Brasileira de Ufólogos (CBU), como consta do artigo Segredos Militares da edição UFO 158, não o torna merecedor de críticas. Tudo tem seu tempo, e se o mesmo tivesse tomado a iniciativa de entregá-los antes, os desdobramentos ficariam no terreno das conjeturas. Afinal, “não há nada oculto que não venha a se manifestar, nem nada tão escondido que não venha a ser conhecido e revelado”. Como o Fenômeno UFO se integra diretamente ao processo evolutivo da humanidade, é fora de qualquer dúvida que a outra parte da documentação, esteja onde ou com quem estiver, fatalmente terá o mesmo destino. É confiar e aguardar.
Bruno César Francisco Brentar,
por e-mail

Vocês são demais! Como conseguem que o Governo libere tantos documentos ufológicos tão interessantes? Gostei muito e desejo a vocês bom trabalho.
Filipe Tessaro,
por e-mail

PROFECIAS MAIAS

Finalmente a Revista UFO toca no íntimo desta polêmica e significativa questão em sua edição UFO 159. Todos os estudiosos da cultura maia no mundo sabem da seriedade das profecias daquele povo, que prevêem coisas muito sérias à frente. O ceticismo diante da exatidão do Calendário Maia e do significado de suas previsões não tem justificativa. Parabéns ao Eloir Fuchs e ao Paulo Iannuzzi pelas excelentes matérias Profecias Maias e 23 de Dezembro de 2012, Um Dia Fora do Tempo.
Irineu Gomes Turetti,
Campo Largo (PR)

Clara, interessante e elucidativa, é o que poderia dizer do texto Profecias Maias, de Eloir Fuchs, da UFO 159. Apenas gostaria que ele explicasse mais detalhadamente o funcionamento do Calendário Maia, porque custo a compreender como uma civilização que viveu há séculos tinha acesso àquela informação astronômica.
Elza Torres,
Anápolis (GO)

OS INTERNAUTAS E A UFOLOGIA

Parabenizo Fábio Gomes por seu trabalho estatístico para avaliar como os usuários da internet vêem os discos voadores e a vida em outros planetas, na matéria O que Pensa o Internauta Sobre os UFOs, da edição UFO 159. Precisávamos ter esta noção, que agora o autor nos proporcionou. Mas ainda acho que este tipo de pesquisa pode ser mais profunda.
Claudinei Ferrazini,
por e-mail

A POLÊMICA SOBRE VARGINHA

Parece-me que o motivo de Ubirajara Franco Rodrigues ter tomado uma postura de cético é nunca ter visto um UFO, pois foram anos de investigações e dedicação à Ufologia sem que obtivesse provas da existência de ETs. Esteve tão perto do Caso Varginha e nada viu. Por isso, decepcionou-se com o tema, passando a negá-lo. E em sua frustração, de forma indireta, quer conduzir outros a também desacreditarem os fatos.
Angélica C. A. Santos,
Rio de Janeiro (RJ)

Gostaria de sugerir à Revista UFO que faça uma entrevista com o ufólogo Vitório Pacaccini abordando o Caso Varginha, a fim de obtermos um bom contraditório para as afirmações de Ubirajara Franco Rodrigues [Seção Diálogo Aberto das edições UFO 153 e 154, Virando a Mesa da Ufologia Brasileira].
José Inocêncio Rodrigues,
por e-mail

ANÁLISE DE UM MITO

Li o livro A Desconstrução de um Mito [Editora Livro Pronto, 2009], de Ubirajara Franco Rodrigues e Carlos Alberto Reis, e senti náuseas. Tinha lido, há poucos meses, a entrevista do primeiro à Revista UFO, que me causou surpresa e indignação. Por curiosidade, comprei o livro para ver se havia alguma coisa que eu pudesse aproveitar de tudo o que ele falou à UFO. Mas não encontrei. Concordo com Jaime Lauda em seu artigo Por Trás da Análise de Um Mito, da edição UFO 159, que os autores revelam um problema de ordem pessoal na redação de seu livro.
Germana Nantes,
Rio de Janeiro (RJ)

Finalmente alguém teve a lucidez de revelar “o que há por trás da análise de um mito” que tentam fazer, arrogantemente Ubirajara Franco Rodrigues e Carlos Alberto Reis em seu livro. Parabéns ao ufólogo e astrólogo Jaime Lauda, que, como amigo de ambos, não se poupou de dissabores e teve a nobreza de analisar a obra e mostrar o que a motivou, para benefício da Ufologia Brasileira.
Mauro Xerxes Borgetti,
por e-mail

VIDEOTECA UFO

Desejo agradecer a satisfação que vocês me deram enviando tão rapidamente O DVD sobre a Área 51 que adquiri no Shopping UFO. Eu o recebi e adorei, e vou comprar mais DVDs ainda, pois sou fissurado por Ufologia desde pequeno. Obrigado, amigos terráqueos.
Danilo Pecme,
por e-mail

Acabei de adquirir os novos documentários Levados e Portal [Códigos DVD-031 e 032 da coleção Videoteca UFO], e estou impressionado com a qualidade do material e fico feliz em saber que há no país uma instituição séria, como a Revista UFO, disponibilizando este material para benefício intelectual da sociedade.
Raul Andrade Nunes,
por e-mail

Quero sugerir que vocês extraiam algumas cenas dos DVDs da Videoteca UFO para disponibilizarem aos leitores gratuitamente, a fim de que possam analisar a verdade dos fatos e cenas que contêm. Nem todos têm dinheiro para adquirir estes produtos. Então sugiro que coloquem partes dos documentários online, no Portal UFO [ufo.com.br].
Clóvis Guerra,
por e-mail

CAPAS DA UFO

Sugiro que transformem algumas capas da Revista UFO, que são obras de arte, em pôsteres, como a publicação já fez anos atrás. E faço votos de que sigam confiantes e firmes em seu ideal, que é fornecer informações que provoquem reflexões e conhecimento sobre a presença alienígena na Terra.
Elver Teixeira,
por e-mail

TERMÔMETRO DA EDIÇÃO ANTERIOR

Quero dizer ao leitor João Elias, que se manifestou no Termômetro da edição UFO 159, que ele não entende tanto quanto pensa sobre design e editoração. A UFO está com um ótimo visual e um acabamento gráfico esmerado, em nada perdendo para revistas de grande porte.
Dionízio Santos,
por e-mail

Concordo com o leitor João Elias, que teve uma carta publicada na edição passada, em que dizia que a Revista UFO estava pobre e sofrível. Também acho a mesma coisa. A UFO, com tantos anos de “estrada”, precisava ser uma revista melhor.
Dalton Scarcini,
Pelotas (RS)


CARTA DO EDITOR

ABERTURA UFOLÓGICA, DA APATIA À PIRATARIA

Há alguma coisa errada ocorrendo no país. Justamente quando o meio ufológico vive seus melhores momentos, com a expressiva abertura ufológica promovida pelo Governo, em resposta à campanha UFOs: Liberdade de Informação Já, parece que uma renitente apatia tomou conta da Ufologia Brasileira. Apesar de milhares de páginas de documentos antes secretos já terem sido liberadas e estarem à disposição de qualquer pessoa no Arquivo Nacional, em Brasília, há um silêncio incompreensível na Comunidade Ufológica. Além da Revista UFO, do Portal UFO [ufo.com.br] e de seus fóruns e listas na internet, poucas são as instituições ufológicas em nosso país que comentam ou comemoram a conquista. Até mesmo no exterior, para onde a Comissão Brasileira de Ufólogos (CBU) — promotora da campanha — levou os resultados de seus esforços, há mais agitação em torno das impressionantes revelações governamentais brasileiras.

Um observador desta situação e leitor da UFO, em e-mail a este editor, asseverou que é em uma hora como esta que se vê quem verdadeiramente faz Ufologia no país e quem apenas assiste. “Parece que se consolida cada vez mais a impressão de que a Revista UFO é o espelho da Ufologia Brasileira. É ela quem faz e quem colhe resultados, e fora dela nada mais há”, disse Everton Castro, de Ilhéus (BA). Mas há, sim. Há inúmeros sites e blogs, grupos de discussão e comunidades, e uma infinidade de grupos espalhados pelo Brasil. Infelizmente, no entanto, não parecem se entusiasmar com as conquistas da classe. Eles apenas e tão somente reproduzem os documentos liberados que baixam do Portal UFO — e nem sequer se dão ao trabalho de mencionar a fonte.


Grande Ofertas Exclusivas da Revista UFO