Edição 148

Um cenário sombrio para o futuro da humanidade?

01 de Dezembro de 2008

PONTO DE ENCONTRO

Onde os Leitores da UFO se Manifestam

POUSOS DE UFOs

Muito interessante o artigo Possível Pouso de UFO em Peruíbe, de Wallacy Albino, na UFO 147. Vejo que ele, assim como o também autor Paulo Pilon, que escreveu o texto Análise Preliminar do Suposto Pouso em Peruíbe, na mesma edição, fizeram um excelente trabalho investigativo. Parabéns a eles e a toda a Equipe UFO pelos esforços.
Sonia Contadini Freitas
por e-mail

Estive na localidade do suposto pouso de um disco voador em Peruíbe logo nos dias seguintes ao acontecimento e fiquei impressionado com a marca deixada no matagal. É notório que “eles” estão cada dia mais ousados e mostrando-se cada vez mais abertamente.
Giuseppe Annunciato,
Santos (SP)

José Victor Soares

Finalmente a UFO publicou uma entrevista com nosso grande pioneiro e esforçado investigador José Victor Soares. Homem calado e ativo, humilde e trabalhador, é responsável por tudo o que sabemos sobre UFOs no Rio Grande do Sul. Parabenizo a publicação por ter dado este espaço a ele, e ao entrevistador por conduzir a matéria com competência.
Telmo Santos Ribeiro,
Cruz Alta (RS)

Fiquei muito feliz ao ler a entrevista com José Victor Soares na UFO [Uma Paixão Pelo Fenômeno UFO Traduzida em Ação, na seção Diálogo Aberto da UFO 147]. Tenho profunda admiração por este pioneiro e gostei muito de conhecer um pouco mais sobre sua vida e história. A Ufologia Brasileira deve muito a este homem e o resgate deste débito começou com a entrevista publicada. Parabéns também ao entrevistador Daniel Conrado.
Ceres A. Comato,
por e-mail

Chegada de ETs

O mundo todo não falou de outra coisa, senão da história da chegada de uma nave alienígena colossal em 14 de outubro passado, prevista pela contatada australiana Blossom Goodchild [Veja seção Mundo Ufológico desta edição]. Mas, como sempre, nada aconteceu. Qual é posição da Revista UFO quanto a estas previsões?
Aloísio Dantas Cunha Neto,
por e-mail

Gostei muito da participação do ufólogo A. J. Gevaerd, editor da Revista UFO, em programa da Rádio Circuito das Águas, de Caxambu (MG). Ele foi objetivo ao falar de Ufologia e imparcial ao comentar a suposta chegada de uma frota de naves alienígenas em 14 de outubro, conforme havia previsto uma australiana. O editor passou uma posição séria e comentou tratar-se apenas de uma lenda urbana da internet.
Lenir Helena Facundo,
Caxambu (MG)

Interessante! Quando se faz uma crítica, não se obtém respostas. Qual a posição da Revista UFO quanto às previsões da australiana Blossom Goodchild, sobre a chegada de uma nave em 14 de outubro? Como sempre, nada aconteceu. Que tal ficarem mais com os pés no chão em vez de noticiarem coisas místicas e duvidosas?
Frei Tadeu Luiz Fernandes,
por e-mail

Resposta — A Revista UFO não tomou partido algum quanto a esta previsão, tanto como em casos anteriores. Ela apenas cumpriu seu papel de informar aos seus leitores, através de matérias no Portal UFO [ufo.com.br], sobre a previsão e suas eventuais repercussões.

Irene Granchi

Parabéns pelas reportagens das últimas edições da Revista UFO. A entrevista com a dona Irene Granchi [A Grande Pioneira da Pesquisa Ufológica no Brasil, da seção Diálogo Aberto da UFO 146] está fantástica, cheia de novas referências para minhas pesquisas. E, claro, a matéria de capa sobre os novos círculos ingleses e suas interpretações está interessantíssima [Mais um Verão Inglês, Novos Desafios].
Frederico F. S. Sekkel,
São Paulo (SP)

O reaparecimento de Irene Granchi na Revista UFO foi para mim uma satisfação. Não sei como ela está de saúde hoje nem se a entrevista publicada na UFO é recente ou antiga. Participei das reuniões que ela promovia e oferecia a ela documentos e reportagens para guardar. Também estive no lançamento do seu livro UFO e Abduções no Brasil [Sendo reeditado pela Revista UFO para lançamento em janeiro de 2009]. Dona Irene é admirável e uma grande pesquisadora. A entrevista é um merecido tributo.
Márcio Azevedo,
por e-mail

CBPDV

Gostaria de me filiar ao Centro Brasileiro de Pesquisas de Discos Voadores (CBPDV) e fazer parte desta equipe. Solicito que me informem detalhes de como proceder.
Giovanni Nunes Souza,
por e-mail

Acho o trabalho do Centro Brasileiro de Pesquisas de Discos Voadores (CBPDV) muito interessante e útil à sociedade. É extremamente importante que um órgão como este esteja atento à presença alienígena na Terra e divulgue seus estudos para toda a população. Parabéns.
Célia Quintana Corrêa
Recife (PE)

O site da Revista UFO é muito interessante e gostaria de participar dos estudos ufológicos do Centro Brasileiro de Pesquisas de Discos Voadores (CBPDV). Desejo me filiar, mas como resido em Portugal, solicito que me informem se isto é possível.
José Curado,
Lisboa, Portugal

Resposta — A filiação ao CBPDV é possível a qualquer pessoa maior de 12 anos. A entidade é a maior do mundo dedicada à pesquisa ufológica, com 3,4 mil associados. Para ingressar nela, basta escrever para o endereço: CBPDV, Caixa Postal 2182, 79008-970 Campo Grande (MS). Ou para o e-mail: [email protected]

Acidente em Santa Catarina

O texto Acidente com UFO no Litoral Catarinense é Investigado, da UFO 145, conteve alguns dados incorretos. O aeroporto da região fica na cidade de Navegantes e sempre esteve ali. Esta cidade e Itajaí são vizinhas e se localizam no litoral norte de Santa Catarina, a 80 km de Florianópolis. É curioso notar que, na mesma época do suposto acidente com um UFO no oceano, várias famílias catarinenses, em especial em Joinville, se reuniam à noite para verem luzes coloridas que percorriam o céu. Isso chegou a ser um programa habitual e durou até o início da década de 80.
Rodrigo Machado,
Joinville (SC)

Novos lançamentos

Adorei o mais novo lançamento da coleção Biblioteca UFO, O Pensamento da Ufologia Brasileira, Parte 2, do editor A. J. Gevaerd. São muito interessantes as 12 entrevistas que a obra contém, que nos oferecem um panorama bem abrangente do que pensam os ufólogos brasileiros. Parabéns à Equipe UFO por seu continuado esforço para divulgar a presença alienígena na Terra.
Ednair A. Silva,
por e-mail

O livro O Pensamento da Ufologia Brasileira, Parte 2, de A. J. Gevaerd, e o documentário Contato Alienígena são itens indispensáveis a qualquer pessoa que pretenda ser ufólogo. Eu não tenho esta pretensão e apenas gosto de me manter informado, e por isso reconheço nos livros da Biblioteca UFO e DVDs da Videoteca UFO produtos de grande qualidade.
Celso Fortes,
por e-mail

Na edição passada, nesta seção, o leitor Roberto Carlos Matoso, de Curitiba (PR), disse que aprecia os livros e DVDs da Revista UFO, mas afirmou que lamentava que fossem tão caros. Sou leitor há mais de 20 anos e me considero um amigo da Equipe UFO, que é como família para mim. Acompanhei as muitas dificuldades que a publicação passou até se firmar, e queria dizer ao Roberto que tenha certeza de que, se fosse possível, os produtos da UFO seriam mais baratos, pois a revista apenas pensa no bem-estar dos leitores, levando a eles informação de qualidade. E isto realmente custa caro, mas é um excelente investimento.
Roque César Júnior,
Cascavel (PR)

Portal UFO

Consulto o Portal UFO [ufo.com.br] com regularidade e acabei tornando-o minha principal referência quando o assunto é a presença alienígena na Terra. Por isso, gostaria de parabenizá-los pela alta qualidade do trabalho e das informações oferecidas.
Severo Augusto Viana,
por e-mail

TERMÔMETRO DA EDIÇÃO ANTERIOR

A edição 147 conteve algumas pérolas que vão ficar para a história da Ufologia Brasileira. A entrevista com José Victor Soares, a maravilhosa capa, o texto sobre o pouso de UFO em Peruíbe e as matérias dos aviadores José Américo Medeiros e Ana Prudente, que estão reveladoras.
Severino Carvalho Campos,
Ilhéus (BA)

A Equipe UFO gosta muito de alegar pouso de nave aqui, pouso de nave acolá, como vem fazendo desde Riolândia. Mas o fato é que não existe nenhuma confirmação de que um disco voador tenha pousado em nenhum destes lugares. Mais seriedade, por favor.
Romualdo A. Filho,
por e-mail

O LEITOR PERGUNTA

O som dos discos voadores e sua análise

Gostaria de saber se o som dos UFOs já foi gravado em algum lugar do planeta. E se foi, a que conclusão os ufólogos chegaram?
Celso Ramos,
por e-mail

RESPOSTAS

Muitos sons de UFOs já foram gravados ao longo da história, mas eles divergem totalmente do que as testemunhas que não os gravaram relatam. Normalmente, tais sons são descritos como semelhantes ao ruído de um enxame de abelhas. Alguns descrevem sons de explosão, barulhos intermitentes etc. Tais gravações podem ser o ruído dos “motores” ou do sistema de sustentação e propulsão dos UFOs. Mas também podem ser sons para indução da mente humana, gerados por equipamentos desconhecidos em poder dos tripulantes das naves.

De qualquer forma, a grande maioria dos registros deixa a desejar, pois tem origem duvidosa. Por exemplo, o suíço Eduard Meier apresentou muitos sons gravados, que não acrescentam em nada o que tem sido relatado pelas testemunhas. Com o passar do tempo, Meier caiu no descrédito dos ufólogos. Mesmo assim, um som gravado em Logrono, Espanha, foi muito pesquisado. O caso aconteceu ao jovem seminarista Javier Bosque. Na noite de 21 para 22 de junho de 1972, por volta das 02h00, uma pequena esfera entrou pela janela de seu quarto e parou a alguns centímetros do solo. Dela saiu um filete de luz que “tocou” um rádio, que passou a emitir um som. Este barulho foi gravado por Bosque e é aceito por muitos ufólogos como autêntico.
Claudeir Covo, engenheiro e co-editor da UFO