Edição 106

Mitos da Ufologia são desmontados nessa edição

01 de Janeiro de 2005

PONTO DE ENCONTRO

Onde os Leitores da UFO se Manifestam

O Papel do Ombudsman

A respeito de seu ótimo artigo Ufologia: Buraco Negro do Incognoscível, de Ufo 104, acredito que o motivo pelo qual a Ufologia não tem crédito perante a comunidade científica é o mesmo que a faz atrair tantos místicos, ou seja, o fato dela lidar com fenômenos incompreensíveis. Eles só deixarão de ser assim no futuro, com o avanço da ciência e da tecnologia. Enquanto isso não acontece, muita gente continuará a se aventurar em pesquisas sem o uso de métodos científicos e haverá espaço para manifestação religiosa em torno deste tema, pois os deuses e divindades sempre estarão além do “horizonte de eventos” do conhecimento atual.
Elio Battista Porcelli,
por e-mail

Quero parabenizar a Revista Ufo por ter em seus quadros a figura do ombudsman, característica de publicações avançadas e modernas, zelosas de sua reputação e da qualidade do que publicam. Em particular, noto nas crônicas do ombudsman Carlos Alberto Reis, que leio com regularidade, uma clareza muito grande de idéias, o que beneficia as atividades da revista.
Joana Célia A. Almeida,
São Paulo (SP)

Simplesmente fenomenal a matéria de Carlos Alberto Reis, Ufologia: Buraco Negro do Incognoscível. É impressionante como o ombudsman da Revista Ufo consegue expressar-se de uma forma tão clara, passando a todos a verdadeira mensagem dos perigosos caminhos que a Ufologia vem trilhando. Assim como Reis, percebo – e com certeza muitos leitores também – que a Ufologia atual, justamente pela falta de um objeto de estudo, vem se guiando somente por hipóteses e teorias, a maioria infundada e sem crédito algum. Teorias devem existir, é claro, mas desde que tenham como base informações sólidas e verídicas, e não apenas conclusões precipitadas distorcendo os fatos e apressando uma solução que sequer conhecemos.
Felipe Agnello,
Maringá (PR)

DVDs da Revista UFO

Simplesmente sensacionais os novos lançamentos da fase digital da Videoteca Ufo. Fui assíduo comprador dos vídeos da referida coleção, que agora estão sendo relançados em DVD, e apenas me pergunto porque a Revista Ufo demorou tanto para tomar a decisão de converter seus excelentes documentários. De qualquer forma, antes tarde do que nunca.
Júlio César Almendres,
Sorocaba (SP)

Finalmente nossa querida Ufo entrou para era digital e lançou seus DVDs. Admirador de tudo que a Equipe Ufo produz, já adquiri os meus e achei sua qualidade muito boa. Realmente, vocês não estavam exagerando nos anúncios da trilogia Evidências Incontestáveis quando disseram que os produtos teriam qualidade compatível com material importado. Compro sempre DVDs nos Estados Unidos e vi que o material da revista não perde em nada para o que recebo de lá.
Milton Hermano Tomé,
Uberaba (MG)

Mal recebi os DVDs recém lançados pela Revista Ufo e passei todas as 7 horas e quase 20 minutos da duração da trilogia Evidências Incontestáveis na frente da tevê. Conforme avançavam as impressionantes imagens de UFOs em todo o mundo, em filmagens tão claras e bonitas, uma pequena multidão de parentes e vizinhos foi se achegando. Quando vimos, passava das 04h00 da madrugada... Fiquei muito feliz em poder mostrar a todos, em cores, porque acredito acirradamente no Fenômeno UFO.
David Campos Puttini,
por e-mail

Já abri um espaço de grande destaque na estante de minha sala de estar para recheá-lo com os DVDs ufológicos que a Revista Ufo vai lançar daqui pra frente. Os primeiros três já estão lá e chamam a atenção de todo mundo que me visita.
Décio Procov Stanislav,
Cascavel (PR)

Leitores se Manifestam

Gostaria de parabenizá-los pela ousadia de levarem à frente este projeto fantástico que é a busca do novo, da procura por respostas aos segredos do universo. Somente pessoas com grande inteligência e senso de localização é que levariam adiante uma iniciativa tão inovadora quanto esta.
Nielton Silva Azevedo,
por e-mail

Compro a Revista Ufo já faz algum tempo e noto que sua parte gráfica está melhorando cada vez mais, mas os textos estão piorando muito. A edição 103 estava de péssima qualidade. Uma revista como a Ufo não pode lançar uma edição assim.
Ilton Leandro S. Júnior,
Curitiba (PR)

Liberdade de Informação

No atual estágio evolutivo da humanidade, há pessoas que não somente acreditam que estamos sendo visitados e monitorados por seres de outras esferas, como para elas estes são eventos normais e corriqueiros. Portanto, não apresentam motivo algum para questionamentos nem reações de espanto, medo ou dúvida. Qualquer pessoa com mente aberta consegue vislumbrar o cenário à sua volta e, com um pouco de bom senso, concordará com estas colocações. Mas, infelizmente, a corrida desenfreada atrás de bens materiais, status e poder muitas vezes não deixa as pessoas voltarem seus olhos para o alto e verem que cada estrela que brilha acima de nós é um sol, e que cada um deles certamente possui um sistema planetário à sua volta, similar ao nosso, com planetas girando ao redor e aumentando as chances de existir vida inteligente. Frente a tudo isso, vamos torcer para que a Equipe Ufo tenha êxito na campanha UFOs: Liberdade de Informação Já, para que de uma vez por todas a população seja informada a respeito deste assunto fascinante.
Hélio Antonio Seidel,
Araranguá (SC)

Acho válida a campanha feita pela Revista Ufo para a divulgação dos incidentes envolvendo UFOs, porém creio que os esforços serão em vão. O governo dos Estados Unidos controla todas as informações a respeito dos UFOs e não permitirá que os fatos cheguem ao público. Se o Governo Brasileiro liberasse dados sobre os muitos eventos ufológicos que ocorrem em nosso país, que são camuflados por ele e pelos norte-americanos, haveria represálias por parte dos Estados Unidos. Seriam sanções de ordem econômica e política, ameaçando o Brasil. Por isso não vejo perspectivas positivas para o sucesso desse empreendimento, mas valem a iniciativa e a intenção desta publicação para que um assunto tão polêmico possa ser compartilhado por toda a população deste país.
Cláudio Bestetti Costa,
por e-mail

UFO 105

A Revista Ufo fechou 2004 com chave de ouro. Os textos da edição 105 estavam simplesmente excelentes, com destaque para mais uma brilhante matéria do co-editor Marco Antonio Petit, Ufologia, Espiritualidade e Reencarnação. Também apreciei muito a entrevista com Joshua Shapiro. E de pensar que o Brasil é um dos grandes produtores de crânios de cristal...
Priscilla Ocampos Shimaru,
Brasília (DF)

Como apreciador de ficção científica e Ufologia, sempre achei que a revista era falha em não associar essas áreas. Afinal, a ficção ajuda – e muito – a compreender os fatos reais ligados à presença extraterrestre em nosso planeta. No entanto, qual não foi minha surpresa ao encontrar o texto sobre a série The 4400 em Ufo 105. O artigo Hollywood Expõe as Abduções só pecou numa coisa: foi muito curto. Sugiro que a Revista Ufo explore mais o talento do consultor Renato Azevedo e publique matérias sobre os inúmeros filmes e seriados de ficção científica que surgem a cada mês na tevê.
Bernardo Luís Limoncelli,
Campinas (SP)

É notório o fato de que UFOs eram regularmente vistos durante os tempos bíblicos, assim como ETs conviviam com nossos antepassados de maneira bem mais aberta de como ocorre hoje. A interação de nossa raça com outras, que vinham à Terra e seus seres eram confundidos com divindades, deverá um dia ser admitida e melhor explicada pelas autoridades religiosas mundiais. Enquanto isso não acontece, vamos aprendendo mais sobre esses aspectos de nossa história com textos como Aliens nas Sagradas Escrituras, do bispo dom Fernando Pugliesi. Parabéns ao autor por sua clareza e coragem em levantar esses fatos.
Elaine V. Mathias,
por e-mail