Edição 276

A Ufologia e seus demônios

18 de Janeiro de 2020

Imprensa Ufológica

LITERATURA SOBRE OS DISCOS VOAORES

No Começo Eram os Deuses
Jean Bottéro
Civilização Brasileira, 2011

Desde que o autor suíço Erich von Däniken lançou a ideia de que aqueles que nossos ancestrais adoravam eram, na verdade, astronautas vindos de outros planetas, a palavra deuses ganhou novo sentido para muitas pessoas, principalmente dentro da Ufologia. Mais tarde, com as publicações do autor e historiador Zecharia Sitchin, as ideias de Däniken ganharam novos contextos — entravam em cena os Anunnakis, os antigos deuses da Suméria.

Base de todas as civilizações posteriores, inclusive em nossa moderna e tecnológica era digital, a Suméria alcançou feitos que, quando pensamos friamente, parecem impossíveis para um povo mal saído da Idade da Pedra. No Começo Eram os Deuses revela diversos aspectos dessa longínqua cultura, considerada o berço da civilização e que abrigou impérios responsáveis pela invenção da escrita, com grandes conhecimentos matemáticos e códigos legais para o comércio que tiveram grande influência nos destinos dos povos gregos e egípcios.

Com uma coletânea de ensaios, o historiador francês Jean Bottéro cria um admirável retrato dos primórdios do nosso tempo, fundamental para o entendimento de diversas nuances da civilização ocidental. “Essa ressurreição de um mundo, precisa e por vezes miraculosa, nos lembra a cada instante que devemos desconfiar de todas as coisas, até mesmo de nossos pensamentos e da história, sobretudo quando ela faz entrarem em cena nacionalismos brutais e a razão de sua supremacia em uma lendária Antiguidade”, analisa Jean-Claude Carriére, amigo do historiador e responsável pelo prefácio do livro.

O livro aborda aspectos pouco estudados dessas antigas sociedades e temas como a culinária, o amor e os direitos das mulheres, entre outros, ganham o olhar arguto do autor. Bottéro inova ao relatar a relação que os sumérios tinham com o sexo e como eram vistas as prostitutas da época, mais tarde reproduzidas no Antigo Egito como as sacerdotisas de Isis. O historiador ainda analisa a noção de pecado e o conceito de divino no mundo antigo, o estudo da medicina e da astrologia. Ele também investiga como eram realizadas tarefas do cotidiano e a produção de artigos para consumo, assim como o cuidado com os jardins, a produção de vinho e cerveja e a elaboração de livros. Bottéro dedicou sua vida ao estudo das sociedades antigas e esta obra é imperdível.

TODO O CONTEÚDO DESTA EDIÇÃO ESTARÁ DISPONÍVEL NO SITE 60 DIAS APÓS A MESMA SER RECOLHIDA DAS BANCAS