ARTIGO

Ufologia Pontocom: Uma nova forma de vida?

Por Equipe UFO | Edição 96 | 01 de Fevereiro de 2004

Rod flagrado em pleno vôo
Créditos: josé escamilla

Ufologia Pontocom: Uma nova forma de vida?

Rods são estranhas estruturas que foram registradas pela primeira vez em 1994, pelo ufólogo José Escamilla, radicado em Los Angeles (EUA). Apareciam em gravações em vídeo quando se apontava a câmera em direção ao Sol e se filmava apenas o clarão que ficava ao seu redor. Tais figuras são vistas atravessando o campo da câmera em altíssima velocidade. Têm aspecto translúcido, sendo possível observar o céu por detrás delas. Normalmente, são formadas por vários segmentos, unidos uns aos outros como se fossem vagões de um trem. Muitas vezes esses segmentos parecem se desvanecer no céu, deixando-os com aparência de algo incompleto ou truncado. Ao longo desses anos, muitas filmagens foram obtidas mostrando essas misteriosas estruturas, e atualmente já se consegue obter imagens relativamente nítidas de Rods até mesmo em locais fechados e com pouca luz, e em lagos e rios.

No entanto, o mistério de sua natureza permanece. O que são, afinal, os Rods? Será que constituem uma nova forma de vida? Algum tipo de nave ou sonda extraterrestre? Ou não passam de um defeito ótico da câmera que os registra? A Revista Ufo quis saber dos visitantes ao seu site o que pensam a respeito e realizou durante o mês de janeiro uma enquete e um fórum que foram muito concorridos.

Desconhecimento — No primeiro caso, perguntamos aos internautas que navegaram em ufo.com.br questões básicas sobre o assunto [Veja gráfico] e descobrimos que quase metade deles nem sequer sabia que tal fenômeno existia (43%). Outra parcela significativa dos visitantes do site atribuiu os Rods a um mero defeito nas lentes das câmeras que os captaram (29%). Poucos foram os que opinaram que tais estruturas podem ter uma origem mais complexa, e talvez até extraterrestre (3%).

“O fenômeno é mais intrincado do que se imagina”, declarou o consultor de Ufo e astrônomo Cláudio Brasil, especialista no assunto. “Já cheguei a registrar Rods em minhas experiências”, afirmou o também consultor e pioneiro ufólogo brasileiro Roberto Beck. Ambos nos ajudaram a elaborar o fórum sobre o assunto. Brasil ainda está compilando um detalhado artigo sobre o tema para nossa próxima edição. Beck está escrevendo seu primeiro livro sobre seus quase 40 anos de pesquisas e promete manter os leitores informados sobre a manifestação de Rods em nosso país. Veja abaixo algumas das opiniões dos internautas.

O que pensam os visitantes do site da UFO sobre os RODs

Já filmei esses Rods e vi vários deles. São muito interessante e curiosos. Com certeza são uma nova forma de vida, mas acho que estão aqui há muito tempo. Temos que vê-los com câmeras e outros instrumentos, pois é difícil a olho nu. Mesmo assim, é mais ver Rods do que UFOs.
— Ayrton Luiz B. Montano

Acredito que não sejam extraterrestres, mas máquinas para alguma finalidade que pode ser até dar equilíbrio ao planeta. Podem também ter um significado mais espiritual, pois existem num mundo em que poucos os vêem.
— Leonardo Rogerios

Foram descobertos vários desenhos em sítios arqueológicos, inclusive no Brasil, que retratam fielmente os Rods como são captados nos filmes atuais.
— Juarez Prata de Almeida

Considero que este fenômeno é natural na medida em que o reflexo que se vê em filmagens só aparece quando a câmera está virada na direção do Sol. Seria sim intrigante se o fenômeno fosse detectado num raio de 180°, o que não acontece. Não vamos fazer de um fenômeno natural – o reflexo da luz solar projetada na lente e refletida no imaginário popular – uma coisa de outro mundo.
— Pedro Ferro

Com certeza os Rods são uma forma de energia inteligente, enviada por seres de outras civilizações para pesquisar a espécie humana.
— Karina Moore

Acho que podem ser algum tipo de manifestação espiritual que desconhecemos. Talvez os extraterrestres não se manifestem em nosso planeta apenas materialmente, através de UFOs. Se forem seres superiores a nós tecnologicamente, talvez o sejam também moralmente e tenham alguma outra missão na Terra do que somente visitas casuais.
— Flávio

Os Rods podem ser qualquer coisa. Nós ainda não temos como emitir opinião sobre algo que acabou de ser registrado de forma precária.
— José Gerino

Os RODs podem ser uma nova espécie de ser vivo, que convive conosco o tempo todo, mas que nunca havíamos conhecido.
Jose Escamilla, ufólogo que descobriu e investiga os RODs


UFO gigante filmado na Lua

Em janeiro, a comunidade ufológica na internet foi tomada de surpresa pela revelação de um filme polêmico, feito a bordo da Apollo 16, em sua viagem à Lua, em abril de 1972. A tripulação da nave era composta pelos astronautas Ken Mattingly, Charlie Duke e John W. Young. Durante a aproximação de nosso satélite, mas ainda a enorme distância, Young filmou o estranho objeto – segundo ele, “acidentalmente” – que fazia movimentos de extrema velocidade. Caso o filme seja autêntico, então se pode considerar que o objeto de aspecto discóide tem um tamanho descomunal, estimado em 100 km de diâmetro.

Tão logo liberada, a filmagem passou a ser reproduzida em inúmeros sites, contendo análises e opiniões de experts e curiosos. Boa parte dos entrevistados atribui a imagem a um reflexo do Sol na câmera portada por Young, mas a explicação não é satisfatória porque não justifica como o objeto se mexe e, eventualmente, parece ir para trás da Lua. O técnico fotográfico Don Pickard manifestou a opinião de que osuposto UFO seria apenas o planeta Terra, visto numa situação que também refletisse seu brilho na câmera da lente. Mas essa tese foi a primeira a ser descartada, pois a Terra estava noutra posição naquele momento.

Talvez nunca se saiba ao certo o que era esse objeto, pois a NASA tem como política sobre o assunto o silêncio absoluto. Em muitas outras circunstâncias, objetos de vários tamanhos e formatos também foram fotografados e filmados no espaço, mas a agência espacial norte-americana nega tais casos até hoje. Um exemplo muito interessante ocorreu com a própria Apollo 16, em 20 de abril de 1972, quando a nave se aproximava para pousar próximo de uma cratera. Um objeto cilíndrico aparece registrado na foto AS16-120-19238.

Para continuar lendo este artigo, você deve se cadastrar no Portal UFO. O cadastramento é gratuito e dá acesso a todo o conteúdo do site.

Login

Compartilhe esse artigo:

Sobre o Autor

Equipe UFO

Comentários