Edição 21
DESTAQUE

O que J. J. Benítez pensa do Projeto Amar

Por
01 de Dec de 1997
Créditos: Arquivo UFO

O consultor de UFO Pablo Villarrubia Mauso esteve recentemente com o escritor espanhol J. J. Benítez, autor da saga Operação Cavalo de Tróia e elemento central de uma polêmica acerca do Caso Varginha. Pablo pediu sua opinião sobre assuntos como o movimento criado no Peru por Sixto Paz, a Missão Rama, e sua ramificação no Brasil, que há alguns anos foi rebatiza- da de Projeto Amar e é conduzida por Carlos Paz Wells. Por que Benítez para falar sobre a Rama? Porque este escritor é sempre citado pelos irmãos peruanos como testemunha ocular de um encontro com um UFO em Chilca, no Peru.

Sixto e Carlos (principalmente este) têm feito muita propaganda o respeito do caso, atraindo a credibilidade que o nome de Benítez empresta a qualquer tema. Porém, o editor de UFO A. J. Gevaerd já havia apurado essa história, ao entrevistar Benítez em sua passagem pelo Brasil, em setembro de 1996. Benítez foi claro ao afirmar que não crê em contatado algum.

Quando indagado, em off, sobre sua experiência em Chilca, respondeu enfático: "Não sei o que se passou lá. Vimos algo, mas não passo dizer se era um UFO". Quando questionado se 2 concordava com Carlos, que afirma que ambos viram um f objeto voador não identificado na praia peruana, foi taxativo: "Cada um diz o que quer. Eu, no entanto, tenho cuidado com minhas declarações". Para bom entendedor, meia palavra basta...

Agora, em setembro deste ano, ao falar novamente com Benítez, Pablo se referiu a uma campanha que Gevaerd realiza informalmente através da Revista UFO, em que solicita a Carlos que apresente um mínimo de evidência sobre suas aludidas - porém desacreditadas - viagens a Alfa do Centauro, Orion, Ganímedes e outros corpos estelares, para onde o peruano diz que vai sem a menor cerimônia. Eis um trecho da entrevista:

VILLARRUBIA - O ufólogo brasileiro A. J. Gevaerd, diretor da Revista UFO, lançou uma campanha que visa desmascarar o peruano Carlos Paz Wells, pedindo que apresente provas de suas viagens a outros planetas e contatos com ETs. Qual é sua opinião sobre isso?

BENÍTEZ - Não conheço tal campanha, mas sim Carlos Paz desde 1974, e seu irmão Sixto, que formou o grupo Rama, o qual mantinha contatos telepáticos com seres de outros planetas e fazia viagens supostamente espaço-temporais a um dos satélites de Júpiter, Gani-medes. Muitos destes grupos acabam caindo em uma pseudo-religião. Transformam-se em seitas, fanatizam-se, entram em uma dinâmica na qual não podem demonstrar os fatos e não podem ficar à margem da publicidade sem o protagonismo de seus líderes. Não digo que seja exatamente este o caso de Carlos ou de Sixto... Grupos assim podem ter algo de verdade, mas sempre exageram os fatos e se enganam.

* Com autorização de Eduardo Castor Borgonovi, da Agência Estado

Comunicações mediúnicas com extraterrestres

Já está no ar a Edição 21 da Revista UFO. Aproveite!

Dec de 1997

Fomos visitados