Edição 278
DESTAQUE

Nova interpretação para fenômenos descritos no Antigo Oriente

Por
28 de Mar de 2020
Por toda a história humana, atravessando milênios, vemos registros da passagem de outras espécies cósmicas pelo planeta
Créditos: Rafael Amorim

Há um ditado japonês que diz que “a história fala da verdade e a verdade constrói a história”. Se a humanidade tem um passado, os discos voadores que nos visitam também têm, conforme mostram minuciosos estudos que indicam evidências da vinda à Terra de seres feitos de outro tipo de carne já há milhares de anos. Não é difícil encontrarmos na trajetória que nos precede as inúmeras marcas deixadas por eles.

O conhecimento da história enriquece o significado da nossa existência, seja ele qual for. Assim, não deveríamos ter preconceito em relação à verdadeira história, mas receber de braços abertos as informações que ela nos fornece para agregar sabedoria à nossa existência. Se isso ocorresse, nenhum dos nossos contemporâneos, que já somam mais de 8 bilhões, negaria hoje a existência de nossos irmãos do espaço e seus aparelhos voadores. Mesmo assim, muitos de nós ainda não acreditam que esculturas em antigas ruínas ou inscrições em argila e pedra, feitas pelos nossos ancestrais e agora decifrados, sejam evidências da relação entre extraterrestres e os antigos povos da Terra.

Este estudo analisa a influência dos discos voadores sobre a vida de nossos antepassados, uma vez que os registros de sua passagem pelo planeta perduram até hoje e agora são interpretados como relatos de avistamentos de naves ou de contato com outras inteligências. Quando buscamos a elucidação de símbolos misteriosos em materiais arqueológicos já escavados, notamos que eles também estão presentes, vividamente e de forma análoga, nos tempos modernos. Ou seja, os sinais do passado continuam vivos até hoje. Mas o que ofusca nosso modo de pensar, que nos impede de ver isso?

Independente da ciência e livre de seitas religiosas, apresento aqui um novo ponto de vista para explicar os misteriosos sinais de outras espécies cósmicas no Antigo Oriente, uma chave para a elucidação de mistérios que poucos historiadores tentaram utilizar. Do outro lado da porta que se abre estão o esplendor do cosmos e o conhecimento da magnífica contribuição que seres espaciais deram à evolução da humanidade. Se o homem insistir em recusar sua verdadeira história, nossa sociedade será presa fácil de superstições — mas se ele estiver alerta à legitimidade de seu passado, a humanidade será resgatada.

Discos voadores têm sido vistos em todas as partes do mundo quase todos os dias e noites. A história e a atuação de povos espaciais no passado da humanidade nos chegam por meio de textos seculares, esculturas, afrescos, tapeçarias e todo o tipo de coisas. Aqui vamos selecionar alguns desses materiais arqueológicos e obras de arte medievais, entre as mais valiosas evidências da ação na Terra de outras inteligências, para investigar o interesse que os antigos habitantes de nosso planeta tinham pelas questões do espaço. Para fins de organização, classificamos essas imagens segundo as formas dos discos voadores em cada avistamento histórico.

TODO O CONTEÚDO DESTA EDIÇÃO ESTARÁ DISPONÍVEL NO SITE 60 DIAS APÓS A MESMA SER RECOLHIDA DAS BANCAS

Miscigenação com aliens

Já está no ar a Edição 278 da Revista UFO. Aproveite!

Mar de 2020

Fomos visitados