Edição 98
DESTAQUE

Manifesto da Ufologia Brasileira

Por
01 de Apr de 2004
Campanha pela liberdade de informação
Créditos: ARQUIVO UFO

A campanha que a Revista Ufo inicia em 15 de abril, recolhendo assinaturas num abaixo-assinado publicado em seu site, tem apoio da expressiva maioria da Comunidade Ufológica Brasileira, seus grupos e integrantes individuais. Estão à frente do movimento os ufólogos da Equipe Ufo, listados no Conselho Editorial da revista. Dele podem participar todas as pessoas que reconhecem a importância e a seriedade do Fenômeno UFO e a necessidade de requerer do Governo brasileiro que adote uma postura de liberdade de informações e compartilhamento de atividades com os ufólogos reconhecidos de nosso país.

UFOs, Liberdade de Informação Já é uma iniciativa da Comissão Brasileira de Ufólogos (CBU), constituída em 1997 para conduzir os trabalhos do I Fórum Mundial de Ufologia. Ela é composta pelos mesmos integrantes que a constituíam naquela época – o editor da revista, A. J. Gevaerd, e os co-editores Claudeir Covo, Rafael Cury, Reginaldo de Athayde e Marco Antonio Petit – e tem basicamente o mesmo fundamento e termos da chamada Carta de Brasília, emitida na solenidade de encerramento do Fórum, em 14 de dezembro de 1997.

Na Carta foi anunciado, como introdução, que os ufólogos brasileiros e estrangeiros, de 22 nações de todos os continentes e 15 estados brasileiros, reunidos no Fórum, se manifestavam através de tal documento ao então presidente da República e do ministro da Aeronáutica, para apresentarem a questão ufológica, suas opiniões e posições, e deles requerer uma série mínima de medidas práticas, entre as quais a liberação de certos documentos oficiais sobre a atividade ufológica no Brasil.

A campanha que ora se inicia – UFOs, Liberdade de Informação Já – em nada se diferencia da Carta de Brasília, exceto em detalhes relativos à sua emissão e quem a formaliza desta vez. Os signatários da campanha são os citados ufólogos da CBU, e o documento resultado da nova campanha será encaminhando às novas autoridades brasileiras com a assinatura de todos aqueles que comparecerem ao site da Revista Ufo e o firmarem. Conheça a seguir seu conteúdo:

A Comunidade Ufológica Brasileira, representada por ufólogos individuais e grupos de pesquisas, investigadores e estudiosos, simpatizantes e entusiastas da Ufologia, que firmam o presente abaixo-assinado, reúnem-se através desse documento, sob coordenação da Revista Ufo, para dirigirem-se às autoridades brasileiras, neste ato representadas pelo excelentíssimo senhor presidente da República e pelo ilustríssimo senhor ministro da Aeronáutica, para apresentar os seguintes fatos:

1. É de conhecimento geral que o Fenômeno UFO, manifesto através de constantes visitas de veículos espaciais ao planeta Terra, é genuíno, real e consistente, e assim vem sendo confirmado independentemente por ufólogos civis e autoridades militares de todo o mundo, há mais de 50 anos.

2.
O fenômeno já teve sua origem suficientemente identificada como sendo alheia aos limites de nosso planeta, e os veículos espaciais que nos visitam de forma tão insistente são originários de outras civilizações, provavelmente mais avançadas tecnologicamente do que a nossa, que coexistem conosco no universo, ainda que não conheçamos seus mundos de origem.

3. Tais civilizações encontram-se num visível e inquestionável processo de contínua aproximação da Terra e de nossa sociedade planetária, e, assim agindo, em suas manobras e atividades, na grande maioria das vezes não demonstram hostilidade para conosco.

4. É notório que as visitas de tais civilizações não-terrestres ao nosso planeta têm aumentado gradativamente nos últimos anos, segundo comprovam as estatísticas nacionais e internacionais, tanto em quantidade quanto em profundidade e intensidade, representando algo que requer legítima atenção.

5. Em virtude do que se apresenta, é urgente que se estabeleça um programa oficial de conhecimento, informação, pesquisa e respectiva divulgação pública do assunto, de forma a esclarecer a população brasileira a respeito da inegável e cada vez mais crescente presença extraterrestre na Terra.

Assim, considerando atitudes assumidas publicamente em vários momentos da história, por países que já reconheceram a gravidade do problema, como Chile, Bélgica, Espanha, Uruguai e China, respeitosamente recomendamos que o Ministério da Aeronáutica da República Federativa do Brasil, ou algum de seus organismos, a partir deste instante, formule uma política apropriada para se discutir o assunto, nos ambientes, formatos e níveis considerados necessários.

A Comunidade Ufológica Brasileira, neste ato representada pelos estudiosos nacionais abaixo assinados, com total apoio da Comunidade Ufológica Mundial, deseja oferecer voluntariamente seus conhecimentos, seus esforços e sua dedicação para que tal proposta venha a se tornar realidade e que tenhamos o reconhecimento imediato do Fenômeno UFO.

Como marco inicial deste processo, e que simbolizaria uma ação positiva por parte de nossas autoridades, a Comunidade Ufológica Brasileira respeitosamente solicita que o referido Ministério abra seus arquivos referentes a pelo menos dois episódios específicos e marcantes da presença de objetos voadores não identificados em nosso Território:

(a) A Operação Prato, conduzida pelo I Comando Aéreo Regional (COMAR), de Belém (PA), entre setembro e dezembro de 1977, que resultou em volumoso compêndio que documenta com mais de 500 fotografias e inúmeros filmes a movimentação de UFOs sobre a Região Amazônica, da forma como foi confirmado pelo coronel Uyrangê Bolívar Soares de Hollanda Lima.

(b) A maciça onda ufológica ocorrida em maio de 1986, sobre os Estados do Rio de Janeiro e São Paulo, entre outros, em que mais de 20 objetos voadores não identificados foram observados, radarizados e perseguidos por caças a jato da Força Aérea Brasileira (FAB), segundo afirmou o próprio ministro da Aeronáutica na época, brigadeiro Octávio Moreira Lima.

Absolutamente conscientes de que nossas autoridades civis e militares jamais se descuidaram da situação, que tem sido monitorada com cuidado e atenção ao longo das últimas décadas, sempre no interesse da segurança nacional, julgamos que a tomada da providência acima referida solidificará o início de uma próspera e proveitosa parceria.

Chega de reserva de informações!

Já está no ar a Edição 98 da Revista UFO. Aproveite!

Apr de 2004

Fomos visitados