ARTIGO

Implantes alienígenas em análise e as dificuldades na sua investigação

Por Roger Leir | Edição 265 | 07 de Fevereiro de 2019

A questão dos implantes alienígenas, em si, não precisa de nenhuma introdução.
Créditos: HARVARD UNIVERSITY

Implantes alienígenas em análise e as dificuldades na sua investigação

A questão dos UFOs e de seus tripulantes alcançou um ponto em que muitos daqueles que anteriormente questionavam a existência desses veículos agora procuram pelas razões de sua visitação. Pesquisadores hoje acreditam que há uma espécie de operação de inteligência extraterrestre para a abdução de seres humanos, cujo objetivo ainda não é totalmente conhecido. Nós temos todo o direito de formular teorias sobre o assunto, mas, para seguir os métodos científicos para testá-las, precisamos levar essas teorias para um laboratório, provando ou refutando sua validação. Portanto, quero enfatizar que na opinião deste autor isso ainda não foi feito por completo por nenhum pesquisador.

Acredito, também, que os detentores de qualquer informação verdadeira sobre inteligências extraterrestres visitando esse planeta deveriam se afastar de qualquer pesquisador que afirme ter todas as respostas em suas mãos. Quanto mais tempo se gasta nessa pesquisa, mais se acredita ter encontrado todas as respostas científicas, mas, no entanto, apenas mais perguntas irão aparecer. Essa é também a opinião da equipe de cientistas do National Institute for the Discovery of Science [Instituto Nacional para a Descoberta da Ciência, NIDS], que tem empenhado quantidades significativas de tempo e recursos tentando responder às numerosas perguntas a esse respeito.

Já há algum tempo venho dedicando grande parte do meu tempo e recursos tentando resolver cientificamente questões ligadas à abdução de seres humanos e ao aparecimento de implantes em seus corpos. Os resultados são incríveis. Esta pesquisa discute tais esforços e as conclusões a que cheguei. Se, em qualquer momento, o leitor tiver a impressão de que encontrei todas as respostas, por favor, aceite minhas sinceras desculpas.

A pesquisa

A questão dos implantes alienígenas, em si, não precisa de nenhuma introdução. A literatura, embora dispersa, contém inúmeras referências sobre o assunto. Vale lembrar que todas as pesquisas bibliográficas deveriam indicar que a maioria dos dados sobre o assunto vieram ou deste autor ou de sua equipe cirúrgica. Tal equipe já publicou dezenas de textos falando sobre os implantes sem repetir muitos dados laboratoriais, mas apresentando novos. O estudo continua, com novos elementos coletados a todo momento. É evidente que mais pesquisas devem ser feitas a fim de fornecer respostas e que esse conhecimento deva estar disponível para o público em geral.

Desde minha primeira tentativa, em 1995, de remover cirurgicamente objetos estranhos dos corpos de alguns indivíduos que alegaram ter sido abduzidos por seres extraterrestres, o mundo mudou dramaticamente. Descobri que não tenho mais tempo suficiente para exercer a medicina devido aos esforços que empenho nesta pesquisa sobre implantes alienígenas, além de publicar os resultados e apresentar conferências sobre eles. Apesar disso, continuo atuando como cirurgião-podólogo e esforçando-me para coletar evidências físicas sobre o fenômeno da abdução alienígena.

TODO O CONTEÚDO DESTA EDIÇÃO ESTARÁ DISPONÍVEL NO SITE 60 DIAS APÓS A MESMA SER RECOLHIDA DAS BANCAS

Para continuar lendo este artigo, você deve se cadastrar no Portal UFO. O cadastramento é gratuito e dá acesso a todo o conteúdo do site.

Login

Compartilhe esse artigo:

Sobre o Autor

Roger Leir

Roger Leir mora na Califórnia desde 1948. Formou-se pela University of Southern California e pela San Fernando Valley College, tendo recebido seu bacharelado em ciência em 1961. Seu certificado de podiatria pela California College of Podiatric Medicine foi recebido em 1964. Leir medicou por um ano como preceptor em cirurgia e aperfeiçoou suas técnicas trabalhando com cirurgiões experientes em inúmeros hospitais do sul de seu estado. Em seguida, tornou-se diretor de Podiatria da Prática de Residência no Simi Valley Doctors Hospital, onde permaneceu por três anos. O interesse de Leir por Ufologia se iniciou em julho de 1947, quando, anos depois, começou a participar das reuniões da Mutual UFO Network (MUFON), da qual é membro. Na mesma época, o primo e amigo Kenneth Ring havia escrito o livro The Omega Project. Após ler a obra, Leir surpreendeu-se ao constatar que eram abordados assuntos como UFOs e experiências de quase-morte (EQM), o que o estimulou ainda mais a iniciar seus estudos. Em 23 de fevereiro de 1998, divulgou em uma das reuniões da MUFON uma notícia fantástica: duas pessoas seqüestradas por ETs possuíam implantes, que ele extraiu cirurgicamente. De lá para cá removeu dezenas destes artefatos em pessoas de todos os Estados Unidos. ?Podem ser rastreadores, monitores de mudança genética, progressão genética do corpo, ou ainda, objetos com um propósito inimaginável para nós?, afirma. Com o apoio de amigos e cientistas de diversas especialidades, que oferecem ajuda e consultoria especializada, Leir continua suas pesquisas até hoje, pelo que é reconhecido mundialmente. Seu conhecimento sobre o assunto é tão respeitado que o autor é constantemente convidado a se apresentar em congressos sobre Ufologia nos mais variados países, tendo estado no Brasil várias vezes.

Comentários

UPDATED CACHE