Edição 74
DESTAQUE

Estamos preparados para o contato final?

Por
01 de Oct de 2000
Um contato final só ocorrerá quando os humanos estiverem preparados para as transformações que virão
Créditos: JIM NICHOLIS

Há tempos o homem espera um contato definitivo com civilizações de outros planetas. Os governos e significativa parcela da sociedade vigiam incansavelmente o céu à espera que isso finalmente ocorra. Mas este tão esperado encontro ainda está muito longe de acontecer, pois os humanos não conseguem sequer viver bem em sua própria sociedade e se relacionar com seu semelhante, quanto mais serem capazes de conviver com seres mais evoluídos. Nós ainda somos egoístas, agressivos, invejosos, bélicos, e carregamos um ódio da nossa própria existência. Para que os extraterrestres possam, um dia, vir à Terra e serem recebidos pacificamente, é necessário que haja uma conscientização humana, através de mudanças comportamentais, sociais e espirituais.

É certo que, se uma nave alienígena pousasse hoje em nosso planeta, seus tripulantes seriam capturados, agredidos e submetidos a diversas barbaridades por parte daqueles que detêm o poder na Terra – os mesmos que se julgam civilizados. Que poderes então temos nós, simples cidadãos, para evitar a intervenção brutal de nossos governos, que objetivam apenas mais poder? Temos conhecimento de diversas quedas de UFOs e de resgates de seus tripulantes, alguns vivos. No entanto, jamais saberemos o que lhes aconteceu ao certo. A exemplo disso temos o Caso Varginha, no qual seres extraterrestres foram capturados pelas autoridades, e é pouco provável que um dia venhamos a ter notícias deles.

Sabemos que desde a década de 30 muitos presidentes já mantiveram contatos com seres espaciais, mas o que fica difícil para a maioria das pessoas entender é o motivo do acobertamento desses fatos e da eterna negação do fenômeno. No entanto, a resposta é bem simples: a tecnologia usada pelos extraterrestres causaria a queda da sociedade capitalista que sustenta os luxos governamentais, pois não precisaríamos do petróleo e seus derivados, dos caminhões, automóveis, trens, navios ou aviões para o transporte. Não sofreríamos mais com doenças incuráveis e conseqüentemente não necessitaríamos das indústrias farmacêuticas.

Reformulações inevitáveis e avassaladoras teriam que ser implementadas em todas as nossas religiões e crenças, para que se adeqüem à nova realidade. Possivelmente os alienígenas estejam em tal grau de evolução que não comam carne de animais e, sendo assim, se aprendermos com eles, nós também não precisaríamos mais dos grandes frigoríficos. Todos esses fatores causariam em nosso planeta um nível de desemprego jamais visto – e conseqüentemente o fim do capitalismo. Os ETs logo passariam a ser idolatrados pelos humanos como deuses, ao invés dos santos que cultuamos hoje. Então, eis novamente a pergunta: estamos preparados para o contato? Infelizmente, ainda não. Quando adquirimos consciência cósmica, descobrirmos que somos apenas parte de um todo e soubermos respeitar as leis de Deus e do Universo, aí sim criaremos condições para que estes seres nos contatem maciçamente.

Os círculos continuam desafiando a Ciência

Já está no ar a Edição 74 da Revista UFO. Aproveite!

Oct de 2000

Fomos visitados