Revista UFO - Portal da Ufologia Brasileira - A mais antiga revista sobre discos voadores do mundo

ARTIGO

Por Gener Silva

Estamos no limiar de um contato oficial e definitivo?

Categoria: ASTROFÍSICA | CIÊNCIA | CONEXÕES EXTRATERRESTRES | CONTATO OFICIAL | EXOPOLÍTICA

Alcançamos o momento em que o próprio Homo sapiens conquista o espaço e demonstra planos para colonizar a Lua e Marte. Entretanto, enquanto isso, apenas uma pequena parcela da sociedade se deu conta de que o processo inverso também já aconteceu, há milhares de anos, pelas mãos de civilizações alienígenas. Desde sempre temos sido observados por avançadas espécies cósmicas que aguardam a oportunidade de se manifestar em nosso planeta de maneira mais ampla. Na escala de prioridades da humanidade, em primeiro lugar deveria figurar o conhecimento e a aceitação dessa realidade, uma condição que se faz urgente.

Hoje é comum a proliferação de conceitos e opiniões a respeito da presença alienígena na Terra preconizada pela Ufologia, que vêm se popularizando por meio de documentários especializados da TV, de novos veículos e da internet. Comentários variados sobre o tema já são emitidos sem constrangimento, em uma profusão bastante acentuada, inclusive pelos ditos homens da ciência. Mas não é de hoje que a Ufologia se alimenta e se alicerça em conceitos consagrados de estudos acadêmicos — até porque ela, pelo menos ainda, não é considerada uma ciência e essa parceria se torna necessária para que seu próprio estudo se desenvolva e evolua. Nos dizeres do astrofísico norte-americano J. Allen Hynek, considerado primeiro ufólogo cientista da história, já falecido, “somente a pesquisa em segmentos especializados e sua somatória é que darão idoneidade, amadurecimento e avanço à Ufologia”.

Entretanto, o que a ciência nos fala a respeito destas inteligências extraterrestres? Ervin László, em seu livro A Ciência e o Campo Akáshico [Editora Cultrix, 2008], diz que “talvez haja várias civilizações tecnológicas avançadas em nossa galáxia e em 100 bilhões de outras galáxias do nosso universo, algumas delas em planetas onde a vida evoluiu durante milhões de anos, se não bilhões, antes que ocorresse a evolução da vida na Terra”. Já Harlow Shapley, astrônomo da Universidade de Harvard, citado no mesmo livro, faz a seguinte estimativa: “Deve haver pelo menos 100 milhões de planetas no cosmos capazes de sustentar a vida”. E Frank Drake, reconhecido astrônomo fundador do Projeto SETI [O programa de busca por vida extraterrestre inteligente], calculou através de sua famosa equação que haja no mínimo cerca de 10 mil sociedades inteligentes em nossa galáxia.

Atualizando a famosa Equação de Drake em 1988, Carl Sagan, igualmente autor de várias obras sobre a possibilidade de vida no universo, em seu livro Variedades da Experiência Científica [Companhia das Letras, 2006], estabeleceu, sem nenhuma restrição, o extraordinário número de um milhão de povos existentes apenas na Via Láctea.

Atenção
Para continuar lendo este artigo, você deve se cadastrar no Portal UFO.
O cadastramento é gratuito e dá acesso a todo o conteúdo do site. Basta clicar aqui.
Caso já tenha cadastro, conecte-se na home do site ou clique aqui.
ENQUETE
  GENIAIS.COM   
Edição 257
Sumário Edições anteriores

CENTRAL DE ATENDIMENTO

(67) 3341-8231
Horário: das 09h00 às 18h00, de segunda a sexta (exceto feriados)

FORMAS DE PAGAMENTO

Formas de pagamento

NOTÍCIAS MAIS VISUALIZADAS

+ NOTÍCIAS
2011 © Editora Evolução Ltda.
Todos os direitos reservados. Termos de Uso. Declaração de privacidade.