Edição 203
DESTAQUE

Eles estão de volta e logo chegam aqui

Por
01 de Aug de 2013
Créditos: Roberto Giordano

Já se disse aqui, em inúmeros artigos, que em todos os verões europeus, desde o início dos anos 80, os agroglifos surgem, encantam e também desnorteiam os estudiosos do assunto e a comunidade científica — que, por isso, permanece cética. Naquela época e até meados dos anos 90 eles estavam praticamente confinados à Inglaterra, onde são até hoje conhecidos como crop circles, círculos em plantações. Bem, há muito tempo eles deixaram de ser círculos para virar figuras geométricas complexas, muitas vezes emaranhados de dezenas de elementos simetricamente organizados em imagens deslumbrantes. Até no Brasil eles já se manifestaram, desde 2008, como a Revista UFO tem mostrado com exclusividade. Aqui eles são mesmo agroglifos, assim reconhecidos até pela imprensa e pela população de Santa Catarina, em cuja região oeste eles se apresentam entre outubro e dezembro.

O dado curioso desta temporada de figuras na Europa, onde estão concentradas mais de 70% das que surgem anualmente no mundo, é o fato de que, neste ano, estando os europeus em pleno verão, os crops se apresentam em número bem menor do que nos anos anteriores — até o fechamento desta edição, na terceira semana de julho, não passavam de poucas dúzias, contra centenas dos anos passados. Outro dado curioso é que o fenômeno está se manifestando mais nos demais países europeus do que na Inglaterra, em especial em solos italianos, de onde vem esta imagem, de um agroglifo descoberto em Cavallo Grigio, perto de Asti, em 30 de junho. Os italianos estão vibrando. Foram inúmeras imagens semelhantes em todos os cantos do país, assim como também na vizinha Suíça. Os nossos, que só começam a aparecer daqui uns meses, estão sendo aguardados com bastante ansiedade.

O todo é maior do que a soma das partes

Já está no ar a Edição 203 da Revista UFO. Aproveite!

Aug de 2013

Fomos visitados