ARTIGO

Dois projetos de lei recebem apoio dos ufólogos brasileiros

Por Roberto Affonso Beck | Edição 160 | 01 de Dezembro de 2009

Roberto Beck, conselheiro da Revista UFO e integrante da CBU [E], em reunião com o deputado Guilherme Campos
Créditos: FERNANDO A. RAMALHO

Dois projetos de lei recebem apoio dos ufólogos brasileiros

Começaram a tramitar na Câmara dos Deputados dois projetos de lei (PL) que podem mudar a Ufologia Brasileira profundamente. Trata-se do PL 5.141/2009 e do PL 5.228/2009. Um por trazer grande reconhecimento à Ufologia séria, e o outro por tocar indiretamente no que está registrado no Dossiê UFO Brasil. O primeiro, de autoria do deputado Guilherme Campos (DEM-SP), institui o dia 24 de junho como o Dia Nacional da Ufologia, e já teve o parecer do relator, o deputado Átila Lira (PSB-PI), sendo aprovado por unanimidade na Comissão de Educação e Cultura. Depois seguiu para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJC), onde teve como novo relator o deputado Chico Alencar (PSOL-RJ) e cuja função é encaminhar parecer conclusivo diretamente ao Senado, sem a necessidade de votação no plenário de nenhuma das casas, uma vez que este PL teve origem interna e não envolve questões constitucionais.

Já o projeto de lei 5.228/2009, que “regula o acesso a informações previsto no inciso XXXIII do artigo 5º, inciso II do § 3º do artigo 37 e no § 2º do artigo 216 da Constituição, dá outras providências”, tem sua tramitação mais longa, uma vez que mexe na Carta Magna, teve origem no Poder Executivo e necessita de uma comissão especial para ser analisado – que o obriga a ser votado nos plenários da Câmara e do Senado para depois ir à sanção presidencial. A Comissão Brasileira de Ufólogos (CBU) está trabalhando para a aprovação sem maiores entraves de ambos os PLs, através de intenso trabalho de lobby entre os principais deputados envolvidos. No final de setembro, este autor e o ufólogo Roberto Beck, também conselheiro da Revista UFO, se reuniram com o deputado Campos em seu gabinete. Foram entregues vários documentos ao parlamentar, entre eles um CD contendo os recentes resultados da campanha UFOs: Liberdade de Informação Já, e um DVD contendo a entrevista completa com o falecido coronel Uyrangê Hollanda, comandante da Operação Prato.

Passos decisivos para o futuro


Campos se dispôs a colaborar, fazendo um pedido de informações, via Mesa Diretora da Casa, diretamente ao Ministério da Defesa. Dessa forma, antes que aquele Ministério termine de recolher o material ufológico sigiloso ao Arquivo Nacional, a Câmara dos Deputados solicitará informações sobre outros dados que, inexplicavelmente, ainda não foram liberados, como por exemplo as gravações em super 8 mm e 16 mm da Operação Prato. Tal pedido é vital, trazendo vantagens para a campanha nas duas possibilidades de resposta da caserna.

Caso a Defesa atenda à solicitação da Câmara dos Deputados, imediatamente os ufólogos terão acesso aos tão esperados documentos faltantes. Caso negue, a negativa se somará ao Dossiê UFO Brasil, como mais uma prova e apoio ao mandado de segurança a ser impetrado pela Comissão Brasileira de Ufólogos (CBU) no Supremo Tribunal Federal. Dentro desta possibilidade, já pedimos apoio dos parlamentares para dar celeridade no acionamento da Justiça.

Em outubro foi a vez do encontro com o deputado Chico Alencar, que está envolvido nos dois projetos de lei – além de ser o relator do PL 5.141 na CCJC, Alencar faz parte da Comissão Especial que analisa o PL 5.228. Da mesma forma, o deputado recebeu da Revista UFO um kit de apoio a ambos os projetos, enquanto que os membros da CBU em Brasília trabalhavam com ele e sua assessoria, no sentido de agilizar a tramitação dos projetos sem maiores percalços ou modificações significativas. Ao que tudo indica, 2010 será mais um ano de ouro da Ufologia Brasileira.

Para continuar lendo este artigo, você deve se cadastrar no Portal UFO. O cadastramento é gratuito e dá acesso a todo o conteúdo do site.

Login

Compartilhe esse artigo:

Sobre o Autor

Roberto Affonso Beck

Roberto Affonso Beck nasceu em Resende (RJ), em 14 de março de 1934. É formado em contabilidade, com especialização em auditoria interna e externa, e administrador de nível técnico. Estuda Ufologia desde setembro de 1957, tendo iniciado vigílias e pesquisas de campo a partir de 1968, quando já morava em Brasília (DF), acumulando mais de 1.200 delas. Beck é considerado um dos mais experientes pesquisadores nessa área. Palestrante notório, prefere narrar suas próprias experiências vivenciadas no campo, invés de se reportar a fatos ocorridos de conhecimento geral, condição que lhe obriga a estar sempre buscando novas experiências em pesquisas de campo e vigílias, para que possa enriquecer suas palestras e currículo ufológico. Ainda encontra forças para realizá-las com relativa facilidade. É presidente da Entidade Brasileira de Estudos Extraterrestres (EBE-ET), com sede em Brasília, que fundou e registrou em 1995, apesar do grupo já vir atuando desde 1968. É consultor da Revista UFO desde sua fundação, há 25 anos. Roberto Beck é alegre, expansivo e assíduo freqüentador das listas de discussões ufológicas na internet, quando não está pesquisando, onde, vez por outra, costuma contar trechos de suas aventuras ufológicas pelos mais diversos recantos ermos deste nosso país. Respeitado e muito querido, é considerado hoje um dos “dinossauros da Ufologia”, ainda vivo e ativo, batalhador incansável em busca da verdade que, segundo ele, “só não vê quem não quer”.

Comentários

UPDATED CACHE