Edição 270
DESTAQUE

Data Limite: O legado de Chico Xavier sobre a transição planetária

Por
23 de Jul de 2019
A resposta para toda essa complexa realidade parece ter sido entregue ao mais famoso médium brasileiro: Chico Xavier.
Créditos: DATA LIMITE

Nossa civilização vem enfrentando há milênios os horrores das guerras, pestes, fome, desigualdades e injustiças sociais que parecem às vezes diminuir e em outras aumentar exponencialmente. Nos anos 40, quando as bombas atômicas foram lançadas sobre o Japão, as pessoas imaginaram que havíamos alcançado o ápice de nossa capacidade de destruição e horror — finalmente tínhamos inventado algo capaz de destruir não apenas a nós, mas também a toda vida do planeta.

Nos 74 anos que nos separam daqueles momentos de terror, a humanidade conseguiu, por um lado, evitar que tudo se repetisse, e, por outro, aperfeiçoar sua capacidade de destruição bélica. Logo após a final da Segunda Guerra, outro fenômeno tomou conta de nosso planeta, os UFOs chegaram de vez — que muitos dizem ter sido atraídos pelas explosões atômicas. E quando nós conseguimos literalmente colocar nossos pés em outro corpo celeste, a Lua, passamos a ser potencialmente capazes de destruir outros planetas também, sendo tudo uma questão de tempo. Nós precisávamos de ajuda. Mas será que a merecemos?

A resposta para toda essa complexa realidade parece ter sido entregue ao mais famoso médium brasileiro, que dispensa apresentações e para quem não há suficientes adjetivos: Chico Xavier. Segundo o médium mineiro, a humanidade terrestre recebeu da “espiritualidade maior” um período de moratória de 50 anos após a chegada do homem à Lua. Se conseguirmos chegar ao cabo dessas cinco décadas sem nos explodirmos, há esperança para que nossos caminhos se abram.

Papel do Brasil

Trechos da obra de Chico Xavier, tanto das mensagens espirituais quanto de suas várias entrevistas gravadas em áudio e vídeo, nos confirmam a importância do tema da transição planetária, uma vez que seus principais mentores e o próprio médium, por diversas e reiterada vezes ao longo dos anos, destacaram os perigos que rondam os caminhos políticos e econômicos tortuosos das nações, especialmente das mais poderosas e mais bélicas, encaminhando-as inexoravelmente ao conluio sinistro com os monstros da guerra.

Apesar de pouco estudado, é inegável que tanto Chico Xavier quanto os espíritos responsáveis e cultos que por seu intermédio se manifestaram, foram unânimes em ressaltar o perigo iminente de um conflito armado mundial de proporções devastadoras, abordando esse sensível tema de forma clara e precisa, ao mesmo tempo em que ressaltava os esforços de nossos benfeitores espirituais no sentido de nos afastar dos horrores que nos seriam impostos por mais uma guerra mundial. Por outro lado, tanto seus benfeitores espirituais quanto o médium sempre ressaltaram o papel preponderante do Brasil no concerto das nações, nos indicando o comprometimento espiritual de nossa pátria com os princípios do Evangelho cristão. Tomara consigamos corresponder àquilo que espiritualmente nos comprometemos a fazer. Neste artigo vamos conhecer um pouco mais sobre a transição planetária e suas características.

Alertas

É inegável a ação de algumas civilizações extraterrestres no preparo de um novo mundo que há de vir, especialmente depois que os homens dominaram a tecnologia nuclear. Chico Xavier foi claro em revelar as preocupações de nossos irmãos do espaço sideral com o avanço da tecnologia atômica de orientação belicista e materialista. Por isso, desde o final da Segunda Guerra Mundial, eles vêm interferindo em complexos militares das grandes potências, a fim de alertar seus governantes e influenciando-os em grandes tomadas de decisões para que não resvalem na tendência de jogarem suas nações em um conflito termonuclear de consequências imprevisíveis e desastrosas para a humanidade e para seus vizinhos mais além.

TODO O CONTEÚDO DESTA EDIÇÃO ESTARÁ DISPONÍVEL NO SITE 60 DIAS APÓS A MESMA SER RECOLHIDA DAS BANCAS

Anunnaki: Aqueles que do céu desceram à Terra

Já está no ar a Edição 270 da Revista UFO. Aproveite!

Jul de 2019

Fomos visitados