ARTIGO

A física dos UFOs: Unificação de conceitos

Por André Luiz Martins | Edição 266 | 15 de Março de 2019

De Aquino elaborou uma Teoria Quântica da Gravidade intitulada Fundamentos Matemáticos da Teoria Relativística da Gravidade
Créditos: EDITORIA DE ARTE

A física dos UFOs: Unificação de conceitos

A despeito do ceticismo generalizado que envolve o estudo do Fenômeno UFO, das manifestações paranormais e de outros enigmas, aliado ao preconceito de grande parte da comunidade científica, novas teorias tentam responder a velhos questionamentos que a humanidade tem há séculos. Por que um assunto é digno de ser tratado com seriedade no meio acadêmico e outros não? Como bem destacado pelo físico nuclear canadense e correspondente internacional da Revista UFO Stanton Friedman, é possível condenar um cidadão nos Estados Unidos à pena de morte ou prisão perpétua com o depoimento de uma ou duas testemunhas. No entanto, milhares de declarações ao redor do mundo sobre avistamentos de fenômenos ufológicos ou de manifestações paranormais são simplesmente ignoradas.

Idêntica sorte merecem os relatos acerca do Triângulo das Bermudas ou programas secretos do governo norte-americano — as chamadas black operations —, dos quais destacamos pelo menos dois: o Projeto Filadélfia, que envolveu a aplicação de conceitos avançados de física para fazer desaparecer um navio naquele estado, e o temido HAARP, sigla em inglês de Programa de Pesquisa de Ativação de Alta Frequência Auroral [High Frequency Active Auroral Research Program]. Trata-se de um conjunto de antenas capazes de emitir frequências tão altas e intensas que se acredita serem capazes de modificar a atmosfera terrestre e causar até tsunamis e terremotos. O projeto foi acusado de ser o causador do tsunami do Japão, em março de 2009, e o terremoto do Haiti, registrado em 2010.

A resposta dos céticos para não considerarem seriamente temas como Ufologia e parapsicologia abrange desde a possibilidade de histeria coletiva pela população até a ignorância das supostas testemunhas desses fenômenos acerca de conhecimentos básicos de ciência. Esse quadro desanimador, contudo, não é suficiente para deter mentes criativas que, despojadas de ideias preconcebidas, insistem no caminho mais difícil, o de tentar explicar o aparentemente inexplicável. Esse é o caso do professor Fran De Aquino, físico da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), sobre o qual tivemos oportunidade de falar nos artigos A Propulsão dos UFOS no Espaço, nas edições UFO 151 e 152, e Ufologia: Os Desafios de Uma Ciência Nova e Emergente, na UFO 171 [Agora disponíveis na íntegra em www.ufo.com.br].

Propulsão dos discos voadores

Após desenvolver estudos sobre o controle do campo gravitacional pela redefinição do conceito de massa, o professor De Aquino utilizou seus fundamentos teóricos para explicar desde a propulsão dos discos voadores e os fenômenos associados à paranormalidade até as possibilidades de utilização do HAARP na produção de terremotos por meio artificial, como se suspeita, além de esclarecer mistérios relacionados ao Triângulo das Bermudas e ao Projeto Filadélfia.

Não se pretende aqui repetir considerações já analisadas nos artigos precedentes. Todavia, é importante lembrar que o professor De Aquino elaborou uma Teoria Quântica da Gravidade intitulada Fundamentos Matemáticos da Teoria Relativística da Gravidade [Veja em www.frandeaquino.org]. O desenvolvimento das equações apresentadas pelo cientista envolve conhecimentos superiores de física e matemática que estão além da finalidade desse artigo. Nosso objetivo principal é mostrar que as conclusões científicas do pesquisador viabilizam o entendimento de diversos fenômenos até hoje tido por inexplicáveis, como os ufológicos, paranormais e outros.

TODO O CONTEÚDO DESTA EDIÇÃO ESTARÁ DISPONÍVEL NO SITE 60 DIAS APÓS A MESMA SER RECOLHIDA DAS BANCAS

Para continuar lendo este artigo, você deve se cadastrar no Portal UFO. O cadastramento é gratuito e dá acesso a todo o conteúdo do site.

Login

Compartilhe esse artigo:

Sobre o Autor

André Luiz Martins

Físico e advogado pela Universidade Federal Fluminense e analista judiciário do Tribunal Regional do Trabalho. Foi o vencedor do Terceiro Concurso Nacional de Ufologia, promovido pela Revista UFO em 2006.

Comentários