NOTÍCIA

Missão Dawn da NASA deve ser encerrada nos próximos meses

Por Equipe UFO | 19 de Julho de 2018

Cerealia Facula dentro da Cratera Occator em Ceres
Créditos: NASA

Missão Dawn da NASA deve ser encerrada nos próximos meses

Uma das mais bem sucedidas expedições da Era Espacial, a Missão Dawn foi a primeira a orbitar dois corpos celestes além da Terra e da Lua. Lançada em setembro de 2007, a nave chegou ao grande asteroide Vesta em julho de 2011, onde permaneceu até setembro de 2012. Em março de 2015 a Dawn chegou a Ceres, planeta anão mais próximo da Terra, e como Vesta situado no Cinturão de Asteroides entre Marte e Júpiter. A missão foi possível devido ao principal sistema de propulsão da Dawn, um motor iônico que acelera o gás xenônio com campos elétricos, e que pode funcionar por muito tempo.

Contudo, a Dawn ainda necessita de seus motores de orientação, abastecidos com hidrazina, e seus tanques que legam esse combustível estão quase vazios. Infelizmente a NASA afirmou que a missão deve ser encerrada em algum ponto entre agosto e outubro, quando a nave será movida a uma órbita alta e estável sobre Ceres, permanecendo como um monumento à primeira missão a investigar os principais corpos celestes daquela região. Os motores de orientação são necessários para a nave orientar corretamente sua antena, e sem combustível a Dawn não poderá mais se comunicar com a Terra. Entretanto, o sucesso da missão é inegável, comprovando que Ceres é um mundo ativo, com grande quantidade de elementos orgânicos em sua superfície, além de várias regiões brilhantes dentro de muitas de suas crateras.

A principal destas é Occator, onde existem as mais conhecidas dessas formações, a maior delas a Cerealia Facula. Certos mistificadores e farsantes, quando a Dawn se aproximava de Ceres e sem qualquer outra base, alegaram que as regiões brilhantes seriam "cidades alienígenas". O absurdo foi logo esclarecido, mas tais indivíduos mentirosos nunca se retrataram, comportamento habitual daqueles cujos nocivos objetivos se limitam a enganar os outros para seus propósitos. O episódio em nada limitou o brilho da missão, e a Dawn permanece em uma órbita a somente 35 km e altitude sobre o pequeno mundo de 950 km de diâmetro. Asa regiões brilhantes, conforme as teorias mais recentes, devem ser formadas por água salobra emergindo na superfície e evaporando, deixando para trás o sal brilhante. Muitas informações estão sendo recolhidas e transmitidas a Terra, e isso deve prosseguir até o final da missão. Entre os enigmas ainda a serem investigados, a possibilidade de um oceano subterrâneo em Ceres, levando alguns a especular até mesmo sobre a possibilidade de formas de vida no planeta anão.

Site oficial da missão Dawn

Nave Dawn obtém as melhores imagens de regiões brilhantes de Ceres

Planeta anão Ceres tem na superfície moléculas orgânicas em grande quantidade

Nave Cassini flagra estranho formato de lua de Saturno

Plutão pode possuir uma grande camada de carbono sob sua superfície

Nave New Horizons é acionada após hibernação para encontro no Ano Novo de 2019

Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa

DVD: Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial

Veja em 50 Anos de Exploração Espacial os momentos mais emocionantes da trajetória da NASA, desde o primeiro homem em órbita até as missões do ônibus espacial. Reveja o incrível vôo de John Glenn na missão Friendship 7, o sucesso da Apollo 11 e os primeiros passos de Neil Armstrong na Lua, as viagens seguintes ao satélite e as operações conjuntas com a nave soviética Soyuz. Conheça a verdadeira razão de não voltarmos mais à Lua e descubra que o destino agora é Marte, Vênus, Júpiter e mundos além do Sistema Solar, e quais são os planos da NASA para alcançá-los.

Compartilhe essa notícia:

Saiba mais sobre este assunto na edição 259 da revista

Comentários