NOTÍCIA

Cientistas obtém primeira foto de um exoplaneta recém-nascido

Por Equipe UFO | 04 de Julho de 2018

Foto do jovem planeta PDS 70b, feito que auxiliará no estudo da formação de mundos alienígenas
Créditos: ESO

Algumas poucas imagens de planetas extrassolares já foram obtidas, feitos notáveis diante das distâncias que nos separam desses mundos. Um planeta orbitando outra estrela é pálido demais, ofuscado pela luz estelar, para que a maior parte dos instrumentos disponíveis consiga obter imagens diretas. Contudo dois novos estudos, publicados no periódico Astronomy & Astrophysics, descrevem como, pela primeira vez, foram obtidas imagens de um planeta recém-nascido em meio ao cinturão de gás, poeira e rochas que cerca uma jovem estrela. PDS 70 é uma anã situada a 370 anos-luz da Terra, e com somente 5,4 milhões de anos de idade.

A equipe do Instituto Max Planck para Astronomia de Hedelberg, na Alemanha, chefiada por Miriam Keppler, utilizou o Telescópio Muito Grande (VLT) do consórcio europeu ESO, para realizar a descoberta. Keppler explica: "Discos protoplanetários ao redor de estrelas são locais de formação de planetas, mas embora muitos sejam conhecidos nunca havíamos conseguido obter imagens de novos planetas neles. O grande problema é que muitos dos planetas candidatos eram na verdade falhas nos discos". Analisando imagens de arquivo de PDS 70, incluindo algumas do Telescópio Gemini no Havaí, a equipe conseguiu obter dados suficientes para confirmar a existência de um planeta, PDS 70b.

Esse mundo alienígena foi fotografado utilizando o instrumento do VLT chamado Sphere, que possui um coronógrafo que bloqueia a luz do sol distante, permitindo que o que existe ao redor possa ser observado. O planeta possui entre duas a três vezes o tamanho de Júpiter, e dista da estrela cerca de 3 bilhões de quilômetros, aproximadamente a mesma distância de Urano ao Sol. PDS 70b é também muito quente, com uma temperatura de 1.000 ºC. Isso pode parecer estranho diante da enorme distância que o separa da estrela, contudo é comum entre gigantes gasosos jovens, que ainda retém muito calor de seu processo de formação. Miriam Keppler é a líder de um dos estudos, e coautora do outro, e os comentários na comunidade astronômica é que a descoberta pode representar um significativo avanço no entendimento a respeito da origem e formação de sistemas solares.

Leia o primeiro artigo sobre a descoberta

Neste link pode ser lido o segundo artigo a respeito de PDS 70b

Exoplaneta mais próximo da Terra pode ter vizinhos

Obtida a melhor imagem de um sistema planetário em formação

Pesquisadores afirmam que podemos não perceber os sinais da presença de alienígenas

Satélites artificiais alienígenas poderão em breve ser observados orbitando exoplanetas

Descoberto exoplaneta próximo que pode ser o melhor candidato a abrigar vida extraterrestre

Quatro exoplanetas foram encontrados orbitando estrela similar ao Sol

Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa

DVD: Planetas Alienígenas

A ciência tem comprovado, em um ritmo cada vez maior, que apenas em nossa galáxia existem bilhões de planetas com possibilidade de abrigar vida. Destes, é enorme a quantidade de mundos que podem conter vida inteligente em seus sistemas, sociedades que apenas esperam ser encontradas. Este DVD confirma que o cosmos está repleto de vida inteligente, fazendo ser apenas uma questão de tempo que nós, terrestres, conheçamos nossos semelhantes lá fora. E este conhecimento será transformador para a população mundial.

Saiba mais sobre este assunto na edição 217 da revista

Comentários