Img capa
CAPA

A rica casuística do interior do país

Revista UFO | Edição 187 | 01 de Abril de 2012

SHARE

Desde o princípio da Era Moderna dos Discos Voadores, em 1947, o Brasil é reconhecido pela Comunidade Ufológica Mundial como um país que detém um dos mais ricos, diversificados e expressivos repertórios de ocorrências ufológicas que se conhece. De fato, desde que se começou a falar em visitas de outras espécies cósmicas ao planeta — aliás, quando essa era apenas uma hipótese vaga e distante —, o Brasil vem contribuindo com os casos mais significativos em cada categoria do vasto espectro de manifestações que o Fenômeno UFO apresenta. Isso se deve ao trabalho de abnegados ufólogos em todos os cantos de nosso território, sempre atentos aos fatos que acontecem ao seu redor e dispostos a coletá-los, analisá-los e divulgá-los aos seus colegas de outras regiões. Essa edição traz um acontecimento assim, que só foi possível conhecer graças ao trabalho de um desses indivíduos que têm na Ufologia uma paixão. O episódio não é novo, tem quase cinco décadas, mas foi descoberto apenas recentemente e investigado pelo nosso novo consultor Pedro Nicola, jornalista de Santana do Livramento, no extremo sul do Rio Grande do Sul. O Caso do Fusca Voador, como já foi apelidado, vai intrigar o leitor por suas insólitas características, e está tão bem retratado no artigo de Nicola quanto na capa desta edição, produzida por seu filho, nosso também novo consultor artístico, Pedro Henrique Diehl. Ambos são talentos que se juntam à Equipe UFO para somar.

SEÇÕES

ENTREVISTA

ARTIGOS