CAPA

Sim, eles também falham e caem

Revista UFO | Edição 229 | 01 de Dezembro de 2015

SHARE

IMPRENSA UFOLÓGICA

O Que a Mídia Fala dos Discos Voadores

Testemunho dos Deuses
Erich von Däniken
Idea, 2013

crédito: DEA
Däniken em grande estilo em uma de suas obras mais elogiadas pelo público
Däniken em grande estilo em uma de suas obras mais elogiadas pelo público

Erich Von Däniken é um autor que dispensa apresentações. Desde o lançamento de Eram os Deuses Astronautas? [Melhoramentos, 1968] ele tornou-se mundialmente conhecido e passou a colecionar sucessos de venda em vários países. Com uma linguagem franca e clara, Däniken leva seus leitores para vários momentos do passado longínquo da humanidade, estimulando o questionamento sobre aquilo que é ensinado e a real verdade dos fatos. Em seus quase 50 anos de carreira, o pesquisador conseguiu conquistar gerações de leitores e é o grande responsável pela formação de incontáveis outros pesquisadores de Ufoarqueologia. Seus livros apontam para algo muito mais grandioso do que a história de nossa civilização — eles nos levam às estrelas. E tudo isso com a mesma pergunta original: eram os deuses astronautas?

As evidências levantadas pelo pesquisador e as perguntas que as acompanham são difíceis de serem respondidas de forma rasa. Afinal, como explicar que povos que supostamente não conheciam a eletricidade e nem possuíam aparato tecnológico moderno tenham criado obras colossais e movido rochas pesando centenas de toneladas? E, ainda mais intrigante, por que fariam tais coisas virtualmente impossíveis? E as perguntas não param por aí, mesmo porque as evidências de que alguém com extraordinários conhecimentos de matemática, física, astronomia, engenharia e planejamento caminhou por este planeta muito antes de nós.

Testemunho dos Deuses analisa a herança visual do mundo antigo, atribuindo a criação e utilização de diversas estruturas a seres extraterrestres. O autor discorre sobre pontos coincidentes que encontrou na simbologia e engenharia nos quatro cantos do mundo. Mas como explicar que povos separados por milhares de quilômetros e em uma época onde não havia comunicação instantânea ou facilidade de transporte possam ter utilizado as mesmas técnicas e símbolos? A obra nos traz exatamente o que o nome diz: o testemunho de seres avançados que nos visitaram há milênios e nos deixaram como cartão de visitas as obras que fizeram. Reunindo material fotográfico de décadas de pesquisas, o livro encantará ufólogos e simpatizantes, além de ser uma resposta bem dada àqueles que insistem em acusar o autor de charlatanismo e fraude.

Cérebro Imperfeito
Dean Buonomano
Campus, 2011

crédito: CAMPUS
A obra de Buonomano é, antes de tudo, uma sátira de nossos problemas
A obra de Buonomano é, antes de tudo, uma sátira de nossos problemas

Nosso cérebro é uma massa composta por bilhões de neurônios que realizam trilhões de conexões e, ainda assim, falha. Quem nunca esqueceu alguma coisa que parece estar na ponta da língua, mas é impossível de ser lembrada? Quem nunca se confundiu ou registrou memórias de coisas que nunca aconteceram? Isso acontece porque nosso cérebro, embora seja um processador fantástico, não é perfeito. Partindo dessas premissas o autor, doutor em neurociências, explica que nosso funcionamento cerebral segue determinada linha, dando mais importância a ambientes e conceitos do que a detalhes e minúcias, porque era disso que precisávamos para sobreviver e evoluir como espécie.

O livro é fundamental para quem entrevista testemunhas ufológicas, por exemplo. Saber como nosso cérebro funciona pode ajudar, e muito, a entender porque as pessoas veem algo que não estava lá, porque há tantos relatos conflitantes sobre um mesmo episódio. Interessante e fácil de compreender, porque traz situações do dia a dia que todos conhecemos, Cérebro Imperfeito merece fazer parte de sua biblioteca.


Grande Ofertas Exclusivas da Revista UFO