CAPA

A rica casuística do interior do país

Revista UFO | Edição 187 | 01 de Abril de 2012

SHARE

IMPRENSA UFOLÓGICA

O Que a Mídia Fala dos Discos Voadores

Por Fábio Gomes

UFOs: Arquivo Confidencial
Marco Antonio Petit
Biblioteca UFO, 2007

Autor experiente e conhecido no meio ufológico, em seu sexto livro o coeditor da Revista UFO Marco Antonio Petit faz um mergulho no que chama de Ufologia Militar Brasileira, revelando que o interesse formal dos agentes de nossas Forças Armadas pelo Fenômeno UFO vem desde 1954 — coisa que pouca gente sabe, pois crê que as primeiras iniciativas oficiais surgiram com o Sistema de Investigação de Objetos Aéreos Não Identificados (Sioani), em 1969. É que nos anos 50 houve a primeira grande onda ufológica mundial, e o Brasil também foi incluído, com inúmeros casos de avistamentos e até de pousos. Petit relata até mesmo a viagem que uma comissão militar brasileira fez aos EUA para entender como o assunto poderia ser tratado institucionalmente.

UFOs: Arquivo Confidencial, um dos melhores títulos da coleção Biblioteca UFO, tem como ponto forte mexer nas feridas do envolvimento militar com os principais casos ufológicos de nosso país, e revelar que as informações apuradas e investigadas oficialmente ficaram ao largo do conhecimento público. No livro há também grande detalhamento da logística envolvida na Operação Prato, a missão secreta da Aeronáutica na Floresta Amazônica que resultou em centenas de fotos e 16 horas de filmes de UFOs nos céus principalmente da ilha de Colares, no Pará. Petit também apresenta novas revelações sobre o Caso Varginha — com o qual se envolveu desde o primeiro momento, sendo um de seus principais investigadores —, através de entrevistas com testemunhas que não haviam falado até aquele momento.

A obra também trata com mais detalhamento da chamada Noite Oficial dos UFOs no Brasil, quando caças da Força Aérea Brasileira (FAB) perseguiram — e foram perseguidos — uma frota de 21 UFOs sobre a Região Sudeste, em 1986. O episódio fez com que todos os voos da ponte aérea Rio-São Paulo fossem suspensos naquela noite, 19 de maio, devido à presença dos objetos voadores não identificados, cada um com pelo menos 100 m de diâmetro, congestionando as telas dos radares. Enfim, a obra de Marco Antonio Petit revela o quanto os militares brasileiros das três Forças Armadas são interessados pelo Fenômeno UFO, embora não revelem de forma pública tal condição.

O Triângulo das Bermudas
Charles Berlitz
Editora Nova Fronteira, 1974

Há algumas edições da Revista UFO comentamos o livro Incidente em Roswell, do mesmo autor, que é bisneto do fundador da escola de idiomas que leva seu sobrenome. Dessa vez, Charles Berlitz levanta hipóteses sobre o que pode ter causado os fenômenos que ocorreram — hoje são raros — dentro do Triângulo das Bermudas, área próxima à costa da Flórida e que se estende por Bermudas, Bahamas e Porto Rico. Na obra, Berlitz relata que o mistério se dava tanto por via aérea quanto marítima, e descreve alguns casos que ajudam a ilustrar os desaparecimentos de inúmeros aviões e embarcações, que se perderam para sempre na região.

Berlitz também narra em O Triângulo das Bermudas casos de pessoas que conseguiram sobreviver dos desaparecimentos e o que elas viram durante os fenômenos ocorridos naquela área. O autor levanta, entre outras, duas hipóteses que poderiam ajudar a explicar o enigma. Primeiro, que seriam distorções do espaço-tempo sobre a área, e, segundo, interferência de civilizações do espaço exterior. Ele também registra os argumentos de pessoas que são a favor, contra e os neutros quanto ao assunto. O livro, enfim, é uma das obras que, nos anos 70, ajudou a formar um pensamento sobre esse tão intrigante mistério — e, sem dúvida, sua leitura ajuda a lançar luzes sobre o assunto.


Grande Ofertas Exclusivas da Revista UFO